9 eventos ao vivo

Pirelli defende pneus de 2020 após críticas em Austin

16 nov 2019
14h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Pirelli defendeu seus pneus para 2020 após receber críticas durante um teste recente, durante o fim de semana do Grande Prêmio dos Estados Unidos.

Foto: Josep LAGO / AFP
Foto: Josep LAGO / AFP
Foto: F1Mania

O único fornecedor de pneus da Fórmula 1 aprimorou seus pneus para a próxima temporada, na esperança de reduzir o superaquecimento e permitir que operassem em uma faixa de temperatura mais ampla.

No entanto, durante o teste de Austin, eles receberam feedback misto, com as equipes adotando a ideia de continuar com os atuais compostos de 2019 para a próxima temporada, a temporada final da F1 usando rodas de 13 polegadas antes de mudar para as de 18 polegadas.

O chefe do esporte a motor da Pirelli, Mario Isola, defendeu os pneus e espera que um teste mais representativo em Abu Dhabi, no início de dezembro, prove que a nova construção é ideal para o esporte.

“O feedback foi misto”, disse ele. “Acreditava que tínhamos condições bastante difíceis em Austin. Estava muito frio e os novos pneus foram projetados com uma filosofia diferente".

“Portanto, o plano agora é testá-los novamente em Abu Dhabi, onde temos um teste de dois dias planejado especificamente para testar a nova construção e novos compostos. Teremos uma comparação mais confiável do que a de Austin".

“Testamos essa nova construção durante o ano com as equipes e seus carros, e descobrimos uma melhoria em termos de superaquecimento, em termos de compostos com uma faixa de trabalho mais ampla, mas principalmente a nova construção foi projetada porque todos os anos o desempenho do carros está aumentando, e obviamente, temos que acompanhar esse aumento no desempenho”.

Isola explicou que, se a F1 ficasse com os pneus atuais de 2019, eles seriam forçados a aumentar a pressão dos pneus, o que só aumentaria os problemas de superaquecimento.

“Se não mudarmos a construção, a única possibilidade é aumentar a pressão inicial, e aumentar a pressão inicial estará piorando o superaquecimento e o comportamento do pneu no geral".

“Assim, a nova construção foi projetada com o objetivo de manter a pressão o mais baixa possível, de acordo com a melhoria no desempenho dos carros”.

Isola, no entanto, permanece aberto a abandonar estes pneus se, após o teste de Abu Dhabi, onde o único foco será o teste dos pneus, as equipes continuarem tendo problemas com eles.

“Entendo perfeitamente, que durante o fim de semana de corrida, que todas as equipes estão focadas no próprio fim de semana, para que possam ajustar a configuração do carro, o equilíbrio aerodinâmico do carro, e os pneus novos têm um perfil diferente. Eles são mais amplos, especialmente na traseira, e isso afeta o downforce do carro, bem como o equilíbrio do carro".

“Portanto, precisamos de um pouco mais de tempo para testá-los adequadamente a longo prazo, para entender se alcançamos esse objetivo. Depois disso, obviamente, estamos muito felizes em aceitar qualquer, não aceitar qualquer decisão, mas discutir o resultado do testar e ver o que é melhor para o esporte”, concluiu.

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HCe0RomLk5a0es06X99dHI

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Gabriel Gavinelli comenta a sexta-feira do GP do Brasil F1 2019:

STOCK CAR 2019 | VELO CITTÀ – 10ª etapa | MELHORES MOMENTOS (Corrida 1 e 2):

Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

KART ELÉTRICO, FUTEBOL E FÓRMULA E | FELIPE MASSA comenta durante entrevista em São Paulo:

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA:

Veja também:

Saiba o destino dos "Novos Pelés" do futebol
F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade