0

Novos boxes e cobertura do paddock: Prefeitura conclui obras em Interlagos para o GP do Brasil 2019

7 nov 2019
19h07
atualizado em 8/11/2019 às 10h37
  • separator
  • 0
  • comentários

O Formula 1 Heineken Grande Prêmio do Brasil 2019 vai inaugurar os novos boxes de Interlagos no evento dos dias 15, 16 e 17 de novembro. O secretário municipal de Turismo e chefe da Casa Civil, Orlando Faria, e o secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, Vitor Aly, percorreram todo o paddock do autódromo, nessa quinta-feira, acompanhados pelo promotor da prova, Tamas Rohonyi, e gostaram do que viram.

Foto: Gabriel Gavinelli/ F1Mania
Foto: Gabriel Gavinelli/ F1Mania
Foto: F1Mania

"Estamos chegando no final de uma etapa que começou em 2014. O governo municipal entendeu a importância de um evento como esse, não só como evento esportivo, mas também para lançar a imagem de São Paulo pelo mundo", disse Vitor Aly, na entrevista coletiva para os principais veículos brasileiros, após a visita.

A obra está em seu penúltimo estágio, com a cobertura da área de apoio do paddock (onde circulam os pilotos, imprensa, funcionários, em dias de atividades) faltando para a conclusão. A previsão é de que em fevereiro, nas 6 Horas de São Paulo do Campeonato Mundial de Endurance, o WEC, a obra esteja 100 por cento concluída.

"Agora para o Grande Prêmio (2019) estamos na penúltima etapa (da obra), falta só um pedacinho, que é a cobertura da área de apoio que só não fizemos porque a obra teve um prazo muito pequeno, vai ficar para o WEC. Aí terminamos completamente a reforma, em fevereiro para o WEC teremos a cobertura inteira da área do paddock."

Aly comentou os investimentos na área dos boxes, que agora passam a ter luzes LED, pisos especiais, instalações elétricas renovadas, além de um pé direito maior nas garagens - atendendo uma exigência antiga das equipes - e portas de fechamento automático.

"Nós investimos 38 milhões nesta parte de reforma dos boxes", disse Aly. "Os boxes hoje não devem para ninguém. Temos iluminação em LED, importantíssimo para as equipes trabalharem de noite. Vão conseguir ver qualquer mancha de óleo, parafuso, trabalhar como se fosse de dia com uma lâmpada extremamente confortável para eles, então em termos de cansaço para os mecânicos que trabalham exaustivamente durante o final de semana do Grande Prêmio eles terão esse ganho de qualidade."

No quesito segurança também foram tomadas novas medidas. A área de grooving foi ampliada, a antiga caixa de brita (localizada no final da reta oposta) foi substituída por uma nova; novas barreiras de pneus também foram instaladas; as áreas de escape e as lavadeiras (faixa zebrada em relevo) foram repintadas e reparadas; os guard rails e a sinalização da pista passaram por revisão e o pit lane ganhou nova pintura.

"Na questão da pista tivemos algumas obras que foram pedidas pela FIA em termos de melhoria de segurança na pista, que foi o aumento da barreira de pneus, a parte de grooving, pinturas", disse Aly.

"É muito importante que a pista tenha essa questão de segurança sendo sempre atualizada para que mantenhamos nossa qualificação e possamos ter o Grande Prêmio."

Já Orlando Faria, que representou o prefeito Bruno Covas, lembrou que os novos boxes têm capacidade para eventos grandes como exposições e congressos e não apenas para competições esportivas.

"Independentemente do prefeito que estava em exercício nosso autódromo foi melhorando até chegar no ponto que está hoje, que é de excelência internacional e com certeza não perde, hoje com essas obras, para nenhum outro a autódromo que foi construído recentemente", disse Faria. "Nosso autódromo é antigo, 80 anos e, mesmo assim, está no mesmo nível dos mais novos construídos no mundo.

"Nossa expectativa é que esse seja o melhor GP de todos os tempos", acrescentou Faria.

Tamas Rohonyi, promotor do GP Brasil de Fórmula 1 desde o final da década de 70, falou da importância da reforma. "Ficou um show, uma coisa extraordinária", disse Tamas.

"É um privilégio fazer eventos nesse autódromo e é um privilégio para as equipes correrem aqui, eles entendem assim.

"Dizem que Monza é a catedral do automobilismo, discordo. Se tem uma catedral do automobilismo mundial é Interlagos. Onde correram todos os grandes astros da história do automobilismo, desde Emerson (Fittipaldi), Niki Lauda, (Carlos) Reutemann, Jack Stewart."

Os boxes antigos, construídos em 1990 quando a Fórmula 1 voltou do Rio para São Paulo, foram derrubados, restando apenas os pilares. Eles ganharam mais 80 cm de altura de pé direito, 60 cm de altura na porta traseira e passaram a contar com divisórias móveis no lugar das paredes. Dessa forma, a equipe pode dispor do espaço da forma que julgar mais conveniente. É possível até abrir todos os boxes ao mesmo tempo, criando uma área livre de 3 mil metros quadrados.

"Eu acho que a coisa mais importante é a abertura dos boxes", disse Aly. "O boxe antigamente era confinado por paredes de alvenaria e hoje nós temos estruturas removíveis. O que pode fazer com que cada equipe faça o seu layout, a sua forma de trabalhar.

"Quem conhece Fórmula 1 sabe que algumas equipes colocam a parte de mecânica na frente, a parte de telemetria atrás, às vezes colocam em um boxe a parte mecânica e outra a telemetria. Com essa nova disposição dos boxes as equipes conseguirão trabalhar tranquilamente no seu layout como trabalham em todos os outros grandes autódromos do mundo, não vai ter uma operação especial por causa dessa barreira."

Outros detalhes são as tomadas diferenciadas para a tensão elétrica (380/60 hz no Brasil e 415 volts/50 hz, na Europa), dispensando o uso de transformadores. As novas portas são automáticas e o piso recebeu uma camada fina de epóxi, como se utiliza no automobilismo internacional. Ele é claro, brilhante e, com o auxílio da iluminação de LED, facilita o trabalho de mecânicos.

"Outro ganho, toda a instalação elétrica foi refeita separada, as equipes trazem equipamentos com voltagem europeia e aqui tinha voltagem nacional", disse Aly. "Hoje não teremos mais problemas, está totalmente separado, então mais um ganho em termos de oferecer serviços e benefícios para as equipes.

"A parte do piso, é um piso especial industrial, automobilístico, então coloca a 'cereja no bolo' nos nossos boxes".

Também presente na coletiva, o vereador Rodrigo Goulart, presidente da Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento de Turismo, Lazer e Gastronomia, afirmou o compromisso da entidade com a manutenção da prova em São Paulo, a partir de 2021.

"Tudo que a Câmara puder fazer para mantermos essa etapa, a renovação, faremos e também cobrando o poder executivo", disse Goulart. "Além de apoiar, cobrar".

O Grande Prêmio do Brasil 2019 de Fórmula 1 acontece entre os dias 15, 16 e 17 de novembro no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos. A F1Mania estará in loco com todas as informações da Fórmula 1 no templo do automobilismo mundial.

Quer assistir ao vivo as corridas da Indy, Fórmula 2, Fórmula 3 e Superbike? Acesse http://f1mania.vc/4K e experimente grátis por 1 mês!

Receba as notícias da F1Mania pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/BQtadYchtfv68j9KFJoV3M

Inscreva-se em nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/f1mania?sub_confirmation=1

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – Visitamos o DAYTONA INTERNATIONAL SPEEDWAY | FÉRIAS F1MANIA:

KART ELÉTRICO, FUTEBOL E FÓRMULA E | FELIPE MASSA comenta durante entrevista em São Paulo:

HEINEKEN: #OBRIGADOSENNA, filme exalta poder de união do ídolo brasileiro AYRTON SENNA:

12º no geral, Felipe Massa comenta os testes da pré-temporada FÓRMULA E 2019/2020 realizado em Valência:

Lucas Di Grassi comenta os testes da pré-temporada 2019/2020 da Fórmula E

EXTREME E revela área da Amazônia, no Brasil, onde acontecerá etapa da categoria:

PORSCHE ENDURANCE SERIES |300 KM DE GOI NIA | MELHORES MOMENTOS:

COPA TRUCK | ETAPA VELOPARK | MELHORES MOMENTOS:

F1Mania
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade