PUBLICIDADE

Drugovich exalta parceria com MP e revela: "Nem esperava estar na F2 por mais um ano"

Depois de uma temporada abaixo do esperado com a Virtuosi em 2021, Felipe Drugovich chegou a considerar outras opções além da F2. Foi quando a MP ofereceu um contrato para retomar a parceria com o brasileiro na categoria

25 jun 2022 - 04h30
Ver comentários
Publicidade
Felipe Drugovich celebra com a MP
Felipe Drugovich celebra com a MP
Foto: Dutch Photo Agency / Grande Prêmio

Por pouco, a temporada 2022 de Felipe Drugovich na Fórmula 2 não aconteceu. Depois de um 2021 abaixo do esperado com a Virtuosi, o brasileiro contou ao GRANDE PRÊMIO que chegou a considerar outros caminhos, mas decidiu aceitar o convite para voltar à equipe que defendeu em seu ano de estreia na categoria, a MP. E mal sabia ele que daria início a uma parceria que tem se mostrado bastante consistente neste início de ano.

Drugovich disse que jamais esperava chegar ao final da sexta rodada com uma vantagem de 49 pontos na liderança. "Na verdade, eu nem esperava fazer um terceiro ano de F2. No final do segundo ano, a gente pensou em outras oportunidades, e a MP chegou com essa oportunidade de assinar com eles para um terceiro ano", disse ao GP.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Felipe Drugovich acompanha trabalho da MP nos boxes
Felipe Drugovich acompanha trabalho da MP nos boxes
Foto: Dutch Photo Agency / Grande Prêmio

Desde a estreia na F2 em 2017, a MP teve como melhor resultado a temporada 2020, quando terminou o campeonato em sexto lugar com 167 pontos — coincidentemente, o ano em que o brasileiro defendeu o time holandês, conquistando três vitórias.

"Acho que a principal diferença de 2020 para cá é a experiência, minha e da equipe", acrescentou Drugovich. "Eu sou um piloto muito mais completo, velocidade é a coisa que eu menos ganhei de lá para cá. Acho que eu ganhei muito mais consistência, experiência e maturidade do que realmente velocidade", avaliou.

Drugovich vê necessidade de "atenção especial" em Monza após desafio em Baku

O período com a Virtuosi, ainda que tenha sido de altos e baixos, foi importante para o crescimento do piloto. Hoje, Drugovich celebra a parceria com o time holandês e também se apresenta como peça importante nesse crescimento visto na atual temporada da F2.

"A gente consegue 'prever' um pouco mais o que vai acontecer nos finais de semana. Por exemplo, você vai para uma corrida e fala 'aqui, a gente vai usar tal composto, e tal composto nessa pista vai fazer tal coisa', então, dessa forma, a gente precisa prevenir o desgaste de pneu. É nesse tipo de coisa que eu consigo ajudar da melhor forma a equipe e também passar as informações que eu tive ano passado. Eu ainda não considero a nossa equipe a melhor, mas acho que temos sido muito consistentes", finalizou.

A segunda parte da entrevista feita com Felipe Drugovich vai ao ar às 18h no canal 1 do GRANDE PRÊMIO no YouTube. O primeiro vídeo pode ser visto clicando aqui.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade