PUBLICIDADE

Com sustos, Holanda vira contra Austrália e se classifica

18 jun 2014 14h50
| atualizado em 25/6/2014 às 13h41
ver comentários
Publicidade
<p>Holanda agora precisa apenas de empate para se classificar</p>
Holanda agora precisa apenas de empate para se classificar
Foto: Reuters

O Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, quase foi palco de uma zebra na tarde desta quarta-feira. A Holanda, seleção que massacrou a campeã mundial Espanha na estreia da Copa do Mundo, sofreu para vencer a Austrália, em partida que teve duas viradas de placar, pênalti polêmico e lances de emoção. Por fim, os holandeses fizeram 3 a 2 e, por fim, confirmaram a classificação às oitavas de final.

Veja como foi Austrália x Holanda

Com o resultado, o time dirigido por Louis Van Gaal chega aos 6 pontos em dois jogos, o que faria com que dependesse apenas de um empate na última rodada para avançar à fase de mata-mata da Copa do Mundo. A derrota da Espanha para o Chile por 2 a 0, no entanto, acabou com as dúvidas: os dois times venceram seus dois jogos e estão classificados. Os australianos, assim, estão fora.

A rodada do Grupo B da Copa do Mundo será completada às 16h (de Brasília), quando Espanha e Chile entram em campo no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). As equipes encerram a primeira fase na próxima segunda-feira, às 13h. Os australianos jogam contra os espanhóis na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Já os holandeses encaram os chilenos na Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

Confiança holandesa e empate “relâmpago”

Depois de massacrar a Espanha na estreia da Copa, os holandeses entraram em campo no Beira-Rio demonstrando confiança. Não demorou para o time começar a ameaçar o adversário. Aos 16min, a primeira chance real veio em cruzamento de Robben e cabeçada de Van Persie. Aos 19min, Robben escapou da marcação de Wilkinson, invadiu a área em velocidade e bateu cruzado para abrir o placar.

<p>Empate australiano foi imediato</p>
Empate australiano foi imediato
Foto: Reuters

O que poderia ser o prenúncio de outra apresentação memorável virou surpresa quando, no lance seguinte, após a saída de bola, os australianos empataram. McGowan fez lançamento pelo alto, e Cahil, de primeira, chutou de esquerda e com força – a bola pegou no travessão antes de pingar dentro do gol. No restante do primeiro tempo, o time da Oceania tratou de provar que o empate não foi um acaso na partida.

Aos 30min, por exemplo, Leckie cruzou por baixo e Bresciano quase fez o segundo, mas chutou por cima do gol. Aos 32min, a zaga holandesa parou em falta cobrada na área, e Spiranovic, sozinho, chutou fraco demais e permitiu a Cillessen a defesa. A seleção holandesa, por sua vez, encontrou dificuldades para manter o ritmo bom em campo e encerrou o primeiro tempo também preocupada em se defender.

Pênalti polêmico e reviravolta

No segundo tempo, a partida ficou ainda mais quente em Porto Alegre. Logo aos 6min, Bozanic invadiu a área holandesa pela esquerda e tentou cruzamento; a bola bateu no braço de Janmaat, e o árbitro argeliano Djamel Haimoudi deu o pênalti polêmico. Na cobrança, Jedinak acertou o canto direito e virou o placar. O empate holandês, no entanto, também foi “relâmpago” e saiu cinco minutos mais tarde.

<p>Holanda saiu na frente do marcador</p>
Holanda saiu na frente do marcador
Foto: Reuters

Aos 12min, Depay encontrou Van Persie totalmente livre dentro da área, e o atacante precisou apenas chutar forte, sem chance para o goleiro australiano. O time da Oceania não ficou atrás: saiu para o ataque e teve a chance de marcar aos 21min, quando se aproveitou de uma saída errada da defesa adversária: Oar ficou em grande condição na esquerda da área, mas preferiu cruzar para finalização de ombro de Leckie, fácil para a defesa de Cillessen.

No lance seguinte, os holandeses marcaram a viraram o placar mais uma vez. Depay recebeu no campo de ataque e, de longe, arriscou chute rasteiro. O gol saiu porque o goleiro Ryan tentou espalmar, mas errou e acabou aceitando o gol. A Austrália terminou a partida tentando forçar o ataque, mas sempre à mercê do adversário. Nenhum outro gol saiu em Porto Alegre, no entanto. A Holanda venceu e está perto da vaga.

 

FICHA TÉCNICA
AUSTRÁLIA 2 x 3 HOLANDA
Local:
Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 18 de junho de 2014, quarta-feira
Horário: 13h (de Brasília)
Árbitro: Djamel Haimoudi (Argélia)
Assistentes: Redouane Achik (Marrocos) e Abdelhak Etchiali (Argélia)
Público: 42.877
Cartões amarelos: Cahill (Austrália); Van Persie (Holanda)
Gols: AUSTRÁLIA: Cahill, aos 20 minutos do primeiro tempo; Jedinak, de pênalti, aos 7 minutos do segundo tempo
HOLANDA: Robben, aos 19 minutos do primeiro tempo; Van Persie, aos 12, e Depay, aos 22 minutos do segundo tempo
AUSTRÁLIA: Ryan; McGowan, Wilkinson, Spiranovic e Davidson; Jedinak, McKay e Bresciano (Bozanic); Leckie, Cahill (Halloran) e Oar (Taggart)
Técnico: Ange Postecoglou
HOLANDA: Cillessen; Vlaar, De Vrij e Martins Indi (Depay); Janmaat, De Jong, De Guzman (Wijnaldum), Sneijder e Blind; Robben e Van Persie (Lens)
Técnico: Louis van Gaal

Copa 2014 em 3D: veja os gols de Austrália 2 x 3 Holanda:
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade