0

Elenco do Atlético-PR visita obras da Arena: "caldeirão maior"

11 fev 2014
17h40
atualizado às 17h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Jogadores do time principal não visitavam a Arena da Baixada desde abril de 2013
Jogadores do time principal não visitavam a Arena da Baixada desde abril de 2013
Foto: Atlético-PR / Divulgação

Após o treino da manhã desta terça-feira, no CT do Caju, comissão técnica e jogadores do elenco principal do Atlético-PR visitaram as obras da Arena da Baixada, palco de Curitiba para a Copa do Mundo de 2014.

Os profissionais fizeram um tour pelo estádio, visitando o novo gramado, as instalações dos vestiários, arquibancadas e área VIP, além de ver toda a estrutura do estacionamento, fachada e áreas de circulação.

A última visita do elenco nas obras aconteceu há quase um ano, em abril de 2013. “Vimos a diferença. Dá uma expectativa muito boa para jogar na Arena, que está muito bonita e vai ficar ainda melhor quando terminar. Estou ansioso para jogar aqui e ver esse estádio sempre lotado”, afirmou o atacante Ederson.

Mais atrasada dos estádios que ainda não chegaram a conclusão, a Arena da Baixada - com 88% da reforma concluída - tem até o dia 18 deste mês para convencer a Fifa de que terá condições de terminar a reforma e garantir presença no Mundial. Para isso, precisava concluir a instalação do gramado (realizado), cobertura (90% concluída) e mais de 10 mil cadeiras espalhadas pelas arquibancadas (realizado, mas nem todas fixadas).

Copa 2014: imagens de estádio e obras em Curitiba

Orçada em R$ 184 milhões, o último valor é de R$ 265 milhões. Entretanto, uma auditoria interna já declarou novo aumento, que chega a aproximadamente R$ 330 milhões. A diferença de valor, por outro lado, ainda não tem definição de quem terá que arcar: governo, prefeitura e/ou Atlético-PR. Todos, inclusive, avisaram que não iriam mais investir na obra.

O clube paranaense só estreia na Arena da Baixada após a Copa do Mundo devido ao enorme atraso da obra, que estava previsto para terminar em março de 2013. O zagueiro Manoel, que atuou 71 vezes no loca, não vê a hora de voltar a sentir essa sensação.

“Estou muito feliz de ver a Arena como está. Será um caldeirão ainda maior, porque o estádio estará completo. Bate a ansiedade e não vejo a hora de fazer parte dessa história”, declarou.

Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade