1 evento ao vivo

Técnico do Equador explica decisão de não convocar Sornoza e Cazares

12 jun 2019
20h14
atualizado às 20h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Buscando seu primeiro título de Copa América, a seleção equatoriana chegou ao Brasil com um elenco repleto de jogadores que atuam no próprio continente. No futebol brasileiro, porém, apenas o zagueiro Robert Arboleda, do São Paulo, foi lembrado pelo treinador Hernán Dario Gómez.

Um dos atletas com mais assistências na temporada do Brasil, o corintiano Sornoza não foi convocado para a disputa do torneio continental, assim como Cazares, do Atlético-MG. Quando questionado sobre a opção de não chamá-los para a competição, o técnico equatoriano ficou sem jeito, elogiou a dupla e não descartou a presença de ambos em uma nova convocação.

"São jogadores muito bons. É uma pena que só podemos trazer 23 atletas. Eles jogam muito bem, assisto eles jogando muito bem. Algum dia serão convocados", disse o comandante.

A melhor campanha do Equador na Copa América aconteceu na edição de 1993, quando, jogando em casa, chegou nas semifinais, fase em que foi derrotado pelo México. Em 2019, os equatorianos querem superar o desempenho de 26 anos atrás e chegar à inédita final.

"Nós sonhamos. Estamos trabalhando muito. Temos alguns jogadores que nunca jogaram a Copa América, mas estamos construindo um grupo para chegar o mais longe possível. Nós projetamo chegar o mais longe possível", concluiu o treinador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade