PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Argentina

Meu time

Saiba 9 razões para ver revanche entre Alemanha e Argentina

3 set 2014 08h45
| atualizado em 9/9/2014 às 10h43
ver comentários
Publicidade

Após uma partida eletrizante no Maracanã, Alemanha e Argentina reeditam a final da Copa do Mundo nesta quarta-feira, em partida amistosa, disputada em Düsseldorf, no país bávaro, a partir das 15h45 (de Brasília). As duas equipes se enfrentam com praticamente os mesmos elencos. São poucas as mudanças em relação a partida que culminou no tetracampeonato alemão: os argentinos vêm sem Messi e de técnico novo, enquanto os alemães têm o retorno de Reus no grupo.

Confira a seguir nove motivos para a revanche entre Alemanha e Argentina:

+ Reedição da final da Copa do Mundo

Alemanha conquistou o tetracampeonato sobre a Argentina
Alemanha conquistou o tetracampeonato sobre a Argentina
Foto: Laurence Griffiths / Getty Images

Alemanha e Argentina reeditam a final da Copa do Mundo realizada no Brasil, quando os alemães venceram por 1 a 0 com gol de Götze na prorrogação. A partida pode ter um gosto de vingança para os argentinos, já que apenas dois jogadores não estavam presentes na decisão do dia 12 de julho. Já pelo lado alemão, 18 campeões mundiais foram chamados por Joachim Löw.

+ Estreia de Tata Martino

Tata Martino fará sua estreia após passagem pelo Barcelona
Tata Martino fará sua estreia após passagem pelo Barcelona
Foto: Gabriel Rossi / Getty Images

O amistoso marca a estreia do técnico Tata Martino à frente da seleção argentina. Após uma passagem sem títulos de expressão pelo Barcelona, pesou para a escolha do técnico o bom relacionamento com Messi e Mascherano. O contrato tem duração até o final das Eliminatórias para a Copa de 2018, na Rússia, e será automaticamente renovado se a equipe confirmar a vaga.

+ Retorno de Marco Reus

Marco Reus retorna à seleção alemã
Marco Reus retorna à seleção alemã
Foto: Marco Luzzani / Getty Images

Machucado às vésperas da Copa do Mundo, Marco Reus está de volta à seleção da Alemanha. O meia-atacante do Borussia Dortmund era considerado um dos principais destaques do elenco alemão, mas uma contusão no tornozelo no último jogo antes do Mundial o tirou da competição. Reus deve ser titular, já que Özil acabou se lesionando e será desfalque da equipe comandada por Joachim Löw. 

+ Vida sem Messi

Argentina terá que se encontrar sem Messi em campo
Argentina terá que se encontrar sem Messi em campo
Foto: Paul Gilham / Getty Images

Dispensado após sentir um desconforto na coxa direita após a vitória do Barcelona sobre o Villarreal neste domingo, Lionel Messi gerou um grande problema para a estreia do técnico Tata Martino na Argentina. Agora, o desafio de Martino é montar uma equipe que seja capaz de superar os atuais campeões sem sua principal estrela. Sergio Agüero, do Manchester City, e Di María, do Manchester Uniter, devem ser os responsáveis para liderar a equipe nesta segunda-feira.

+ Novos ares para Di María

Di María é a principal esperança da Argentina
Di María é a principal esperança da Argentina
Foto: Shaun Botterill / Getty Images

Após perder espaço no Real Madrid com a chegada de reforços de peso, Di María chega ao Manchester United para ser um dos pilares da renovação do clube sob comando de Louis Van Gaal. O argentino agora está pressionado por boas atuações pelo montante de dinheiro envolvido em sua contratação. Negociado por 59,7 milhões de libras (cerca de R$ 224 milhões), a transferência é a mais cara já paga por um clube britânico. No amistoso contra a Alemanha, o meia terá o papel de conduzir a seleção, já que Lionel Messi foi cortado por um desconforto muscular. 

+ Campeões voltam a jogar em casa

Alemanha voltará a jogar diante de sua torcida
Alemanha voltará a jogar diante de sua torcida
Foto: Francois Xavier Marit / Getty Images

Após um desempenho de gala na Copa do Mundo, com direito a histórica goleada de 7 a 1 no Brasil no Mineirão, os alemães voltarão a jogar diante de seus torcedores. Apesar de ser apenas um amistoso, a expectativa é de que joguem como se fosse a própria final da Copa, para retribuir todo carinho que receberam durante o Mundial no Brasil.

+ Base vice-campeã da Argentina

Tata Martino mantém base vice-campeão da Argentina
Tata Martino mantém base vice-campeão da Argentina
Foto: Dean Mouhtaropoulos / Getty Images

Para o amistoso contra a Alemanha, Tata Martino cumpriu a promessa de manter para esse primeiro jogo o grupo de atletas que ficou com o vice-campeonato na Copa do Mundo. A única ausência por opção será do goleiro Agustín Oríon, que foi liberado devido aos compromissos do Boca Juniors pela Copa Sul-Americana e Campeonato Argentino. Messi, Garay, Palacio e Lavezzi foram cortados por causa de problemas físicos. 

+ Caras novas na Argentina

Lamela ganha oportunidade na seleção argentina
Lamela ganha oportunidade na seleção argentina
Foto: Daniel Jayo / Getty Images

Com os desfalques de Palacio, Lavezzi e Messi, o técnico Tata Martina convocou os meias Nicolás Gaitán, do Benfica, e Erik Lamela, do Tottenham, para o amistoso contra a Alemanha. Ambos já disputaram seis partidas pela seleção argentina. O meia do clube inglês esteve perto de ser convocado por Alejandro Sabella para a Copa do Mundo, mas seguidas lesões e um desempenho abaixo do esperado acabaram com suas chances de particidar do Mundial.

+ Vida sem veteranos da Alemanha

Klose e Lahm se aposentaram da seleção alemã
Klose e Lahm se aposentaram da seleção alemã
Foto: Alex Livesey / Getty Images

O técnico Joachim Löw perdeu referências importantes do grupo que foi campeão mundial no Brasil. Philipp Lahm e Miroslav Klose decidiram se aposentar após o tetracampeonato alemão. Sem o lateral direito, o treinador terá que escolher outro capitão para equipe, já que o jogador foi o responsável por liderar e erguer a taça no País. Já para o lugar do maior artilheiro de todos os tempos em Copas do Mundo, Löw convocou o veterano Mario Gomez, da Fiorentina.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade