PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Argentina

Meu time

Maradona pressiona Brasil a investigar morte de jornalista

12 nov 2014 14h21
| atualizado às 14h21
ver comentários
Publicidade
<p>Maradona participa de campanha nas redes sociais</p>
Maradona participa de campanha nas redes sociais
Foto: Twitter / Reprodução

A campanha "Justiça para Topo" ganhou mais um nome de peso nesta semana. Além de Di Maria, Diego Forlán, Puyol, Saviola e até mesmo o brasileiro Robinho, agora foi a vez de Diego Maradona se manifestar nas redes sociais pedindo investigação no acidente que resultou na morte do jornalista Jorge Luís López, durante a realização da Copa do Mundo no Brasil.

O jornalista esportivo argentino morreu na madrugada do dia 9 de julho, em Guarulhos, após o taxi em que estava ter sido atingido por um carro roubado durante uma perseguição policial.

Sua viúva, a também jornalista Veronica Brunatti, deu início a campanha afim de fazer com que as autoridades brasileiras se esforcem ao máximo para conseguir dar respostas sobre o que realmente aconteceu com todos os envolvidos. Em julho, o River Plate também prestou uma homenagem ao jornalista. "Topo", como era conhecido, teve seu nome eternizado na sala de imprensa do clube argentino.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade