PUBLICIDADE
Logo do

América-RN

Meu time

América-RN se apega à história na Copa do Brasil para crer em virada

2 out 2014 01h11
Publicidade

Mesmo com o apoio de sua torcida, o América-RN não conseguiu afastar a crise e vencer pelas quartas de final da Copa do Brasil. Diante do maior público da Arena das Dunas após a Copa do Mundo, a equipe potiguar foi derrotada pelo Flamengo por 1 a 0, e agora precisa vencer no Rio de Janeiro para seguir na competição. A missão é complicada, mas o histórico do Dragão anima os seus jogadores.

Na terceira fase da Copa do Brasil, o América-RN encarou outro carioca, o Fluminense, e acabou derrotado por 3 a 0 no primeiro jogo, nesta mesma Arena das Dunas. O time já era dado como eliminado do torneio nacional, mas surpreendeu no jogo da volta. Sem tomar conhecimento do Tricolor das Laranjeiras, goleou por 5 a 2 no Maracanã e avançou.

O episódio, que marca a história do clube, é o principal motivo de esperança dos próprios jogadores americanos. "Não é o resultado que a gente esperava, porque, quando se toma um gol em casa, a volta fica ainda mais difícil. Mas já provamos que podemos reverter resultados fora de casa e vamos trabalhar para fazer isso no Rio de Janeiro", projetou o meio-campista Arthur Maia.

A partida da volta será realizada no mesmo palco em que o América-RN proporcionou a maior zebra da competição. Com uma "mais fácil" do que aquela contra o Fluminense, o time potiguar visita o Flamengo no dia 15 de outubro, no Maracanã, às 22 horas (de Brasília). A classificação na Copa do Brasil pode servir para amenizar a crise vivida na Série B.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade