0

Jogando em casa, Vitória bate América e se afasta da degola

Clube baiano faz valer o mando de campo e a expulsão precoce de Rafael Moura, do time mineiro, e vence por 1 a 0

1 set 2018
17h57
atualizado às 18h25
  • separator
  • 0
  • comentários

O Vitória se distanciou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro durante a tarde deste sábado. Jogando no Barradão, o time baiano contou com a expulsão precoce e infantil de Rafael Moura para se impor diante de sua torcida e derrotar o América-MG por 1 a 0.

Com gol de Léo Ceará, o Vitória ganhou cinco posições e alcançou o 11º lugar de forma provisória, com 25 pontos, quatro acima do grupo dos quatro piores. Já o América-MG permaneceu com 26 pontos, na nona posição, mas pode cair na tabela a depender dos resultados deste domingo.

Jogando no Barradão, o Vitória contou com a expulsão precoce e infantil de Rafael Moura para se impor diante de sua torcida e derrotar o América-MG por 1 a 0
Jogando no Barradão, o Vitória contou com a expulsão precoce e infantil de Rafael Moura para se impor diante de sua torcida e derrotar o América-MG por 1 a 0
Foto: TIAGO CALDAS/FOTOARENA / Estadão Conteúdo

Pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vitória tentará conquistar a sua terceira vitória consecutiva na próxima quinta-feira, a partir das 19 horas (de Brasília), diante do Fluminense, no Maracanã. No mesmo dia, mas às 20 horas, o Coelho buscará a reabilitação contra o Vasco no Independência.

O Jogo

Após um início lento e morno, Rafael Moura tratou de dar emoção ao confronto. Logo aos 15 minutos, em uma disputa de bola longe do gol, o centroavante deixou o cotovelo no rosto de Erick e foi expulso pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira.

Rafael Moura, do América-MG, no lance que envolveu sua expulsão
Rafael Moura, do América-MG, no lance que envolveu sua expulsão
Foto: Marcelo Malaquias/FramePhoto / Gazeta Press

Pouco depois, contudo, o Vitória também teve problemas. O meia Yago, com dores na coxa direita, pediu para sair e foi substituído por André Lima. Para deixar o time baiano mais ofensivo, o técnico Paulo César Carpegiani promoveu a entrada do meia Marcelo Meli na vaga do volante Rodrigo Andrade.

Em vantagem numérica, o Vitória passou a deter o domínio da posse de bola, mas não conseguiu criar grandes chances no primeiro tempo. Tanto que o goleiro João Ricardo só precisou trabalhar duas vezes, ambas em chutes sem grande perigo de fora da área.

O Vitória voltou do intervalo mais agressivo e quase abriu o placar aos três minutos da etapa complementar. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Bruno Bispo, que finalizou de dentro da pequena área, mas Messias salvou em cima da linha.

Torcida do Vitória compareceu em peso no Barradão para apoiar a equipe na luta contra o rebaixamento
Torcida do Vitória compareceu em peso no Barradão para apoiar a equipe na luta contra o rebaixamento
Foto: TIAGO CALDAS/FOTOARENA / Estadão Conteúdo

Com requintes de crueldade, o Vitória inaugurou o marcador aos 11 minutos. O atacante Léo Ceará recebeu na intermediária e arriscou. A bola bateu na trave, tocou na cabeça de João Ricardo e entrou no gol. Para reconstruir o sistema ofensivo do América-MG e buscar o empate, Adilson Batista colocou os atacantes Robinho e Wesley Pacheco nos lugares de Norberto e Luan.

As alterações, porém, não surtiram o efeito esperado e ainda deixaram espaços para o Vitória, que quase ampliou quando Erick acertou a trave de João Ricardo aos 31 minutos. No fim, o time baiano trocou passes para administrar o placar e garantiu o segundo triunfo seguido na competição.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Estádio do Barradão, Salvador (BA)

Data: 1 de setembro, sábado

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Luiz Flávio Oliveira (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Público: 12.603 torcedores

Renda: R$ 130.653,50

Cartão Amarelo: Neilton, Erick, Léo Ceará e Marcelo Meli (Vitória); Carlinhos (América-MG)

Cartão Vermelho: Rafael Moura (América-MG)

Gol: VITÓRIA: Léo Ceará, aos 11 minutos do 2º tempo

VITÓRIA: Ronaldo; Jeferson, Lucas Ribeiro, Ramon e Bruno Bispo; Rodrigo Andrade (Marcelo Meli), Léo Gomes, Neilton, Yago (André Lima) e Erick; Léo Ceará (Lucas Fernandes)

Técnico: Paulo César Carpegiani

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto (Robinho), Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; Leandro Donizete, Juninho, Gerson Magrão e Aderlan (Marquinhos); Luan (Wesley Pacheco) e Rafael Moura

Técnico: Adilson Batista

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade