PUBLICIDADE
Logo do

América-MG

Favoritar Time

América-MG tem virada histórica e elimina o Guaraní-PAR

Com a classificação emocionante, a equipe mineira avança de fase e já garante, pelo menos, a uma vaga na Sul-Americana

2 mar 2022 - 21h49
(atualizado às 22h11)
Ver comentários
Publicidade

O América-MG avançou de fase na Pré-Libertadores. Nesta quarta-feira, em um jogo eletrizante contra o Guaraní-PAR, fora de casa, o time brasileiro chegou a perder por dois gols de diferença, mas buscou a virada por 3 a 2 já nos acréscimos e, com o empate no agregado devido à derrota por 1 a 0 no jogo de ida, levou a decisão para os pênaltis. Nas penalidades, o time passou perto de ser eliminado, mas garantiu a classificação nas cobranças alternadas. 

América-MG tem virada histórica e elimina o Guaraní-PAR
América-MG tem virada histórica e elimina o Guaraní-PAR
Foto: Reprodução/Instagram

Com a classificação emocionante, a equipe mineira avança de fase e já garante, pelo menos, a uma vaga na Sul-Americana. Antes disso, porém, o foco do time se volta para o Campeonato Mineiro, aonde recebe o Vila Nova-MG no sábado, às 16h30 (de Brasília).   

Também pela Pré-Libertadores nesta quarta-feira, o Universidad Católica-CHI venceu o Bolívar-BOL por 2 a 0 e avançou na competição.

O jogo -

Com apenas 14 minutos de jogo, o Guaraní encaminhou a classificação. Aos 10 minutos, Benítez foi derrubado na área por Éder e o árbitro marcou pênalti para a equipe paraguaia. Na cobrança, Fernando Fernández abriu o placar.

Logo na sequência, aos 14 minutos, o zagueiro Cáceres cabeceou após escanteio e amplicou a vantagem do time da casa, complicando a situação do América-MG, que tentou reagir ainda na primeira etapa, mas não conseguiu.

No segundo tempo, o América-MG precisou de 13 minutos para diminuir o placar. Após cobrança de falta, Wellington Paulista aproveitou bate e rebate dentro da área e empurrou a bola de carrinho para o fundo das redes, marcando o primeiro gol do Coelho na história da competição.

Aos 29 minutos, a reação pegou fogo quando Wellington Paulista apareceu mais uma vez na área, dessa vez para cabecear para o fundo das redes e colocar o América-MG novamente no jogo. Tudo igual no placar.

O Coelho continuou pressionando e, no apagar das luzes, aos 48 minutos do segundo tempo, conseguiu a virada de forma emocionante. Após grande defesa do goleiro, Pedrinho acertou belo voleio no travessão e viu a bola pingar no chão, bater no goleiro e entrar o suficiente para cruzar a linha. Virada mineira e decisão encaminhada para as cobranças de pênaltis.

Pênaltis - 

Nas penalidades, os dois times acertaram os primeiros chutes, mas, na terceira cobrança, Henrique Almeida parou no travessão. No quinto chute, quando o Guaraní poderia selar a classificação, o goleiro Vásquez carimbou a trave e reviveu o América-MG, que empatou em 4 a 4 e levou para as cobranças alternadas.

Logo na primeira batida alternada, Rodi Ferreira isolou. Na sequência, Patric teve a classificação nos pés mas parou em Vásquez. No sétimo chute, Jaílson defendeu e Everaldo converteu para colocar um ponto final no duelo e classificar o América-MG.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade