2 eventos ao vivo

Como falar diante das câmeras? Conheça as técnicas de oratória para gravação de vídeo!

As técnicas para falar diante das câmeras são as mesmas que para se apresentar em público? Saiba mais neste artigo.

25 mar 2019
07h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Oi, Speaker! A quantos vídeos você assiste por dia? E por quê?

Os vídeos divulgados na web cumprem diversos papeis, desde o entretenimento até fontes de informação e conhecimento sobre os mais variados assuntos.

As grandes empresas e organizações já passaram a incorporar essa ferramenta no seu dia a dia, seja realizando e gravando conferências para equipes internas ou mesmo criando vídeos para apresentar a própria marca, um projeto ou novos produtos.

Por essas e outras razões, saber falar diante das câmeras acaba sendo uma habilidade importante para profissionais das mais diversas áreas. Você conhece as técnicas básicas para gravação de vídeo? Não? Então confira tudo o que separei para a nossa conversa de hoje e informe-se agora mesmo!

Foto: Shutterstock

As técnicas para falar diante das câmeras são as mesmas que para se apresentar em público?

Sim e não. Comunicar-se bem com os demais é uma habilidade que, quem a desenvolve, consegue aplicar nos mais diversos contextos. Ainda assim, falar diante das câmeras tem uma série de especificidades.

Em outras palavras, aqueles que já conhecem as técnicas básicas de oratória e sabem como usar essas ferramentas têm meio caminho andado para fazer bons vídeos, mas ainda precisarão conhecer outros conceitos pensados para a gravação de imagem e som.

Por que é importante ter isso em mente? Porque muitas pessoas pensam que ser um bom comunicador em apresentações em público faz com que alguém automaticamente seja capaz de se sair bem diante das câmeras – o que nem sempre é assim.

Por isso, separei uma lista com técnicas, conceitos e cuidados específicos para a gravação de vídeo. Vejamos:

1. Familiarize-se com o conceito de enquadramento

Nas apresentações em público, o cenário é o palco. Mesmo que o comunicador precise definir onde e como irá se locomover, há diferenças consideráveis com o que se deve levar em conta para fazer bons vídeos.

Diante das câmeras, saber o que é enquadramento e como definir um é uma habilidade indispensável. Se você terá um produtor para auxiliá-lo, é provável que esse profissional seja o responsável por isso, mas, mesmo assim, conhecer o que é enquadramento é algo com que devemos nos preocupar.

Hoje em dia, o cenário de vídeos considerado mais eficaz é aquele com aspecto “limpo”, ou seja, sem poluição visual – nada que possa desviar a atenção de quem assiste.

O enquadramento e o cenário do seu vídeo devem levar em consideração o contexto e suas intenções ao gravar. O importante é ter em mente que esses dois aspectos também comunicam algo para as pessoas.

2. Pense em sua imagem pessoal

Já sabemos que o comunicador será o centro do enquadramento do vídeo, correto? Por isso, também é preciso ter atenção quanto à imagem que transmitimos. Sendo assim, pensar em que roupa usar e manter uma postura ereta são cuidados essenciais para falar diante das câmeras.

A roupa, da mesma forma que o cenário, não pode chamar mais atenção do que o conteúdo da sua fala. E também deve estar de acordo com o contexto e com os objetivos do vídeo, respeitando o grau de formalidade e as exigências do público-alvo.

Já a postura, assim como acontece nas apresentações em público, deve estar ereta. A preocupação em relação a isso é ainda maior na gravação de vídeos, já que a imagem do comunicador está em maior destaque, como vimos anteriormente.

3. Cuidado com os scripts

Nas apresentações em público, um dos erros mais prejudiciais é, sem dúvidas, ler a nossa fala. Nos vídeos, existe uma tentação: os letreiros ou teleprompter. Esses dispositivos (muito usados nos telejornais) acabam sendo cômodos porque literalmente mostram TODA a fala do comunicador. E, teoricamente, como não aparecem no vídeo, acabam passando despercebidos.

O grande problema, Speakers, é que para usar esses dispositivos, é preciso ter MUITO cuidado e experiência. Na maioria das vezes, quando são utilizados, as falas não soam naturais e o telespectador acaba percebendo que ela está sendo lida, prejudicando bastante a performance do comunicador.

4. Captar a atenção do público frame a frame

O que você faz quando não gosta de um vídeo? Simplesmente fecha a janela e assiste a outro vídeo, não é? Na web, são muitos os atrativos e as pessoas têm pouca paciência para assistir ao mesmo conteúdo até o final.

Por essa razão, é preciso ganhar a atenção das pessoas em cada segundo (ou frame), pensando em estratégias visuais e sonoras para tornar o vídeo ainda mais interessante. Aliás, quando pensamos nas possibilidades dos vídeos, usar técnicas visuais e sonoras é uma enorme vantagem.

Saiba como usá-las e não se esqueça: seu público pode fechar a aba a qualquer momento, deixando de assistir ao seu vídeo até o final.

 

Fonte:

www.thespeaker.com.br

The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade