0

Como elaborar um discurso verdadeiramente atrativo?

Sim! Existem técnicas eficazes para fazer um bom discurso. Na nossa conversa de hoje, separei algumas dessas técnicas! Confira!

2 mai 2018
09h21
atualizado às 09h22
  • separator
  • comentários

Speakers! Tudo bem com vocês?

Os discursos são momentos que fazem parte da nossa rotina, seja em formaturas, casamentos, aniversários, confraternizações da empresa, reuniões com colegas de trabalho, eventos sociais, manifestações...

Ainda assim, muitas pessoas se sentem inseguras na hora de elaborar um discurso, sem saber o que e como falar. Isso acontece porque, nas escolas e nas universidades, quase nunca recebemos as orientações necessárias, já que as instituições de ensino no Brasil ainda não investem em comunicação como deveriam.

A boa notícia é que existem técnicas eficazes para fazer um bom discurso. Na nossa conversa de hoje, separei algumas dessas técnicas! Confira!

Foto: ShutterStock

Faça um roteiro para o seu discurso

O primeiro passo para elaborar um discurso atrativo é dedicar tempo para escrever um roteiro, detalhando tudo o que você gostaria de dizer durante a sua fala. Defina o tema e o enfoque do seu discurso, em seguida, busque informações e referências sobre esse assunto, a fim de embasar a sua fala.

Com todas as informações em mãos, comece a estruturar o seu discurso, dividindo-o em três momentos principais: introdução, desenvolvimento e conclusão.  Lembre-se que a introdução é o momento em que você ganhará (ou não) a atenção das pessoas, por isso, dê importância para o começo do seu discurso, pensando em formas interessantes para iniciar a sua fala.

A conclusão de um discurso também é uma etapa crucial. Geralmente, os maiores e mais inspiradores comunicadores da história destinaram os momentos finais dos seus discursos para aumentar a carga de emoção, a fim de despertar nas pessoas sentimentos sobre o que foi dito.

Pratique o seu discurso com antecedência

Com o roteiro em mãos, é hora de praticar o seu discurso. Leia a sua fala em voz alta até se familiarizar com o texto. Utilize essa etapa para identificar erros, cacofonias, palavras repetidas em excesso, entre outros aspectos que podem ser melhorados.

Durante seus ensaios em voz alta, aproveite para calcular a duração do seu discurso, garantindo que ele não esteja muito longo ou muito curto. Com a prática, passe a falar o seu discurso, sem ler tudo o que escreveu.

Algumas situações, como as formaturas, ainda permitem que o orador leia o seu discurso. No entanto, em outras, o ideal é falar o seu discurso sem a necessidade de ler o texto completo. Por isso, é bom estar preparado para os dois cenários.

Uma dica valiosa é praticar o seu discurso para outras pessoas. Uma visão externa ajuda bastante a aprimorar a sua fala, garantindo que esteja perfeita no dia do evento.

Use a técnica do presente - futuro

Um bom discurso é aquele que inspira, independente do contexto. Um discurso de formatura pode ser inspirador, um brinde de casamento, também. Tudo dependerá do conteúdo e, principalmente, da forma como o comunicador apresenta esse discurso.

Uma técnica bastante efetiva – e que foi usada nos maiores discursos da história – é a que propõe um vai-e-vem entre presente e futuro. Ficou difícil de entender, Speaker? É simples!

Você, comunicador, fala de como é o presente agora e como o futuro poderá ser. Por exemplo: “hoje, somos jovens que acabamos de nos formar na universidade. Amanhã, seremos profissionais que cuidaremos da saúde das pessoas”.

Essa técnica se adapta bem em qualquer contexto e contribui para um discurso mais atrativo. Além de dar uma ideia de união (que é uma excelente estratégia comunicacional), serve para aumentar a carga de emoção do que está sendo dito.

Dê atenção à sua voz e à sua linguagem corporal

Fazer um bom discurso é, basicamente, falar como um líder. Para que isso aconteça, é importantíssimo se ater ao fato de que não nos comunicamos somente através da nossa fala, mas também com o nosso corpo.

Pensando nisso, outros aspectos que constituem um discurso atrativo são a voz e a linguagem corporal. Durante a sua fala, tente projetar a sua voz, encontrando o tom, a velocidade e o volume ideais. Além disso, mantenha uma boa postura, gesticule moderadamente e faça contato visual com as pessoas da plateia.

Para uma boa oratória, todos esses elementos devem estar em harmonia, desde as nossas expressões faciais até o conteúdo do nosso discurso.

Precisa de ajuda para aprimorar as suas habilidades de oratória e, assim, elaborar discursos mais interessantes? Fale com a gente!

Fonte:

www.thespeaker.com.br

The Speaker

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade