PUBLICIDADE

Sony Music processa Marriott por mais de 900 músicas usadas em anúncios de rede social

20 mai 2024 - 21h03
Compartilhar
Exibir comentários

A Sony Music processou a rede de hotéis Marriott em um tribunal federal de Delaware, acusando-a de usar mais de 900 músicas de seus artistas sem permissão em anúncios em plataformas de rede social, conforme processo tornado público nesta segunda-feira.

O processo cita 931 músicas que a rede Marriott e parceiros influenciadores supostamente usaram indevidamente, incluindo sucessos de Beyoncé, Michael Jackson e Harry Styles, potencialmente responsabilizando a companhia por mais de 139 milhões de dólares em danos sob a lei de direitos autorais norte-americana.

Representantes da Sony Music e da rede Marriott não responderam imediatamente aos pedidos de comentários sobre o processo.

Segundo a denúncia, a Sony Music informou à rede em 2020 que as páginas de mídia social associadas aos seus hotéis usavam gravações da Sony Music sem sua autorização. O processo afirma que os avisos continuaram até março deste ano.

A Sony Music também disse que as infrações continuam, com pelo menos 47 novos casos somente em maio. A denúncia afirma que os anúncios da rede de hotéis "roubam da Sony Music as substanciais receitas de licenciamento a que tem direito".

A Sony Music pediu ao tribunal uma ordem impedindo a rede Marriott de usar suas músicas, além de indenização monetária.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade