PUBLICIDADE

Presidente do BC japonês mantém visão otimista sobre inflação e salarários

22 fev 2024 - 08h46
Compartilhar
Exibir comentários

O presidente do Banco do Japão (BOJ, na sigla em inglês), Kazuo Ueda, disse que a inflação do país estava acelerando como uma tendência, conforme o mercado de trabalho apertado aumenta os salários, reiterando a convicção do banco de que as condições para o fim das taxas de juros negativas estavam se encaixando.

Sede do BC do Japão em Tóquio
20/09/2023
REUTERS/Issei Kato
Sede do BC do Japão em Tóquio 20/09/2023 REUTERS/Issei Kato
Foto: Reuters

Em discurso no Parlamento, Ueda disse que a economia do Japão provavelmente passará por um ciclo positivo, no qual o maior crescimento do emprego e dos salários levará a aumentos moderados da inflação.

"Os preços dos serviços continuam a subir moderadamente", disse ele nesta quinta-feira. "A tendência da inflação também está se acelerando gradualmente. Orientaremos a política monetária adequadamente de acordo com esses movimentos."

Ele acrescentou que o Japão estava em um "estado de inflação", em vez de deflação, e é provável que os preços continuem subindo.

O rendimento dos títulos do governo japonês de dez anos subiu após os comentários, já que os investidores se concentraram na possibilidade de um fim de curto prazo para os juros negativos. 

Fontes disseram à Reuters que o BOJ estava no caminho certo para encerrar as taxas negativas nos próximos meses, apesar de a economia do Japão estar entrando em recessão, devido aos sinais crescentes de que as empresas continuarão a oferecer salários altos em meio a um mercado de trabalho cada vez mais restrito.

Uma pesquisa da Reuters mostrou que mais de 80% dos economistas esperavam que o BOJ retirasse as taxas de juros de curto prazo do território negativo em abril.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade