PUBLICIDADE

Peças de coleção 'pop' da Riachuelo em parceria com a Moschino acabam em 6 horas

Críticas nas redes sociais relacionadas ao preço das peças, que iam de R$ 50 a R$ 600, não impediram que itens fossem vendidos rapidamente

22 out 2021 05h10
| atualizado às 13h09
ver comentários
Publicidade

Mesmo após as críticas nas redes sociais pelos preços das peças, a coleção da Riachuelo em parceria com a grife italiana Moschino desapareceu do e-commerce e das araras das lojas físicas em menos de um dia.

Com estampas inspiradas no Brasil e com personagens do desenho Looney Tunes, a linha comemorativa trazia, entre outros itens, uma jaqueta e uma bolsa de couro ecológico assinadas pelo estilista norte-americano Jeremy Scott que se esgotaram em seis horas.

Essa é a terceira colaboração da companhia de fast-fashion brasileira com uma marca de luxo internacional. Em 2016, a Riachuelo vendeu uma coleção assinada pelo ex-diretor criativo da Chanel, Karl Lagerfeld. Antes, em 2014, a varejista fez parceria com a Versace.

Conforme dados da Riachuelo, em três dias do lançamento empresa vendeu 61,2% de todos os itens da linha Moschino de roupas em estoque. A coleção em parceria com a grife italiana tinha preços de R$ 50 a R$ 600.

Segundo a líder de comunicação corporativa e marca da Riachuelo, Marcella Kanner, mesmo com a rapidez nas vendas, a companhia não tem pretensões de fazer mais peças da Moschino.

Estadão
Publicidade
Publicidade