1 evento ao vivo

Opep e Rússia estão dispostas a elevar produção de petróleo

25 mai 2018
10h03
atualizado às 10h58
  • separator
  • 0
  • comentários

A Arábia Saudita e a Rússia estão discutindo aumentar a produção de petróleo da Opep e aliados em cerca de 1 milhão de barris por dia, disseram fontes, enquanto o chefe do cartel afirmou que uma queixa do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desencadeou a ideia de elevar a oferta.

REUTERS/Leonhard Foeger
REUTERS/Leonhard Foeger
Foto: Reuters

Riad e Moscou estão preparados para aliviar os cortes na produção para acalmar as preocupações dos consumidores quanto à oferta, disseram seus ministros da energia na sexta-feira, com Khalid al-Falih acrescentando que qualquer afrouxamento seria gradual para não abalar o mercado.

O aumento de produção viria após 17 meses de cortes rigorosos na oferta, em meio a preocupações de que um rali dos preços tenha ido longe demais, com o petróleo tendo atingido seu maior nível desde o final de 2014, a 80,50 dólares por barril neste mês.

A Opep iniciou uma discussão sobre a redução dos cortes na produção após críticas de Trump no Twitter, disse o secretário-geral da Opep, Mohammad Barkindo. Trump escreveu na rede social no mês passado que a Opep havia "artificialmente" impulsionado os preços do petróleo.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e os aliados liderados pela Rússia concordaram em reduzir a produção em cerca de 1,8 milhão de barris por dia até 2018, para reduzir os estoques mundiais, mas o cartel já perto de sua meta.

Fontes familiarizadas com o assunto disseram que um aumento de 1 milhão de barris por dia levaria o cumprimento das restrições de fornecimento acordadas a 100 por cento, ante cerca de 152 por cento em abril.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade