PUBLICIDADE

Ministro promete plano energético para o País em 15 dias

Segundo Bento Albuquerque, estudo está sendo elaborado pelo grupo de crise criado após dois apagões nas últimas semanas

21 nov 2020
18h19 atualizado às 22h44
0comentários
18h19 atualizado às 22h44
Publicidade

Brasília. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro ao Amapá para anunciar que um novo plano energético será apresentado em 15 dias, após o Estado ser atingido por dois apagões nas últimas semanas.

De acordo com o ministro, o estudo está sendo elaborado pelo grupo de crise criado na pasta após o primeiro apagão, em 3 de novembro. "Nós entendemos que nos próximos 15 dias vamos apresentar esse novo plano energético para a sociedade brasileira e em particular para o Estado do Amapá. Nós podemos garantir que a segurança energética vai permanecer nesse Estado daqui para frente."

Linhas de transmissão de energia em Santo Antônio do Jardim (SP) 
06/02/2014
REUTERS/Paulo Whitaker
Linhas de transmissão de energia em Santo Antônio do Jardim (SP) 06/02/2014 REUTERS/Paulo Whitaker
Foto: Reuters

O MME ainda não detalhou o conteúdo do plano. De acordo com o ministro, será possível elaborar um planejamento estratégico para o Amapá e outras regiões com características semelhantes. Neste sábado, 21, a comitiva do presidente visitou duas usinas termoelétricas que abrigam novos geradores. A previsão é que a energia seja retomada integralmente até o dia 26.

Após pronunciamento de Bolsonaro em Macapá, Albuquerque foi questionado se o Operador Nacional do Sistema (ONS) pode garantir que a energia produzida pelos novos geradores fique no Amapá. "O Operador Nacional do Sistema não tem nada a ver com isso. Ele apenas opera o sistema integrado como um todo", declarou o ministro, citando em seguida o novo plano energético.

 

Estadão
Publicidade
Publicidade