0

Minério de ferro sobe 5,6% na China com apoio estatal à economia e redução em embarques

9 dez 2019
08h32
atualizado às 08h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Os futuros do minério de ferro na China saltaram nesta segunda-feira para o maior nível em mais de dois meses, guiados pelo comprometimento do governo em apoiar a economia e em meio a menores embarques de mineradoras para o país.

Homem trabalha no transporte de minério de ferro em porto de Ganyu, na China
12/06/2019
REUTERS/Stringer
Homem trabalha no transporte de minério de ferro em porto de Ganyu, na China 12/06/2019 REUTERS/Stringer
Foto: Reuters

Um importante órgão decisório do Partido Comunista chinês disse na sexta-feira que o país, principal produtor global de aço, deve manter seu crescimento econômico em uma faixa razoável em 2020, com mais políticas "prospectivas, direcionadas e eficazes" que também evitem riscos.

O governo adotará medidas anti-cíclicas, perseguirá reformas pelo lado da oferta e cumprirá metas anti-poluição, ao mesmo tempo em que buscará mitigar o risco financeiro sistêmico, segundo o Politburo.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa da Dalian, para maio de 2020, tocou repetidas vezes o limite diário de alta de 6% nesta segunda-feira, antes de fechar com ganhos de 5,6%, a 653 iuanes por tonelada, maior nível desde 16 de setembro.

Os futuros também foram apoiados por redução nas importações de minério pela China, que tiveram recuo de 24% na comparação mensal em novembro após menores embarques da Austrália e do Brasil.

No aço, o contrato mais ativo do vergalhão para construção na bolsa de Xangai, para maio de 2020, saltou 2,8%, para 3.511 iuanes por tonelada, após promessa do governo de fortalecer construções no setor de infraestrutura.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade