PUBLICIDADE

Mercado acionário alemão avança após queda da inflação aumentar apostas de corte nos juros pelo BCE

29 nov 2023 - 14h50
Compartilhar
Exibir comentários

O mercado acionário alemão avançou nesta quarta-feira depois que dados de inflação melhores do que o esperado na maior economia da zona do euro aumentaram as expectativas de que o Banco Central Europeu cortará as taxas de juros no próximo ano.

O índice alemão DAX subiu 1,1%, atingindo a máxima em quatro meses, depois que dados mostraram que a inflação alemã diminuiu mais do que o esperado em novembro.

Os rendimentos dos títulos europeus caíram, com a taxa do referencial alemão de 10 anos caindo para o menor nível em mais de três meses de 2,4%.

"O BCE sofrerá cada vez mais pressão para reduzir as taxas. O crescimento na zona do euro está estagnado, se não já em recessão, e a inflação está indo na direção certa", disse Stuart Cole, economista-chefe de macroeconomia da Equiti.

"Estou no campo que acredita que o BCE será forçado a piscar primeiro e cortar os juros antes de seus pares. Em comparação com os EUA, ele não tem a força subjacente em sua economia."

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,45%, a 459,10 pontos, com o setor imobiliário e as ações de tecnologia subindo mais de 1,5% cada.

O índice de blue chips da Itália FTSE MIB registrou alta de 1,1%, atingindo seu nível mais alto desde agosto e se aproximando dos máximos registrados pela última vez em 2008, cerca de duas semanas depois que a agência de classificação Moody's elevou a perspectiva da dívida do país para estável.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,43%, a 7.423,46 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,09%, a 16.166,45 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,24%, a 7.267,64 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,06%, a 29.688,45 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,59%, a 10.062,60 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,02%, a 6.439,50 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade