PUBLICIDADE

Martinho da Vila entra na Justiça contra INSS após ter aposentadoria suspensa

O corte do benefício teria sido feito por causa da falta de prova de vida

29 fev 2024 - 19h46
(atualizado em 7/3/2024 às 17h25)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Martinho da Vila move processo contra o INSS por ter tido seu benefício previdenciário suspenso e por não ter recebido valores retroativos desde julho de 2021.
Martinho da Vila entra na Justiça contra INSS após ter aposentadoria suspensa
Martinho da Vila entra na Justiça contra INSS após ter aposentadoria suspensa
Foto: Reprodução/Instagram

O cantor Martinho da Vila entrou com um processo contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) após ter tido a aposentadoria suspensa. O artista está sem receber desde julho de 2021 e pede o pagamento de cerca de R$ 80 mil em valores retroativos. 

A informação foi divulgada pela coluna de Ancelmo Gois no jornal O Globo nesta quinta-feira, 29. De acordo com o jornalista, o sambista percebeu apenas em 2023 que o benefício não estava sendo pago e descobriu que havia sido suspenso por falta da prova de vida, que é a comprovação de que ainda está vivo e pode continuar recebendo seu benefício previdenciário.

Entre outubro de 2022 e junho de 2023, Martinho fez uma média de 13 novas provas no intuito de readquirir o direito. 

Em nota ao Terra, o INSS informou que lamenta o ocorrido e que o benefício do senhor Martinho José Ferreira foi reativado.

"O pagamento das competências 12/2023 e 01/2024 já está disponível no banco para saque e a competência de 02/2024 estará a partir de 6 de março de 2024. Sobre os demais períodos, o INSS está calculando os valores para o pagamento dos atrasados, que serão disponibilizados em até 15 dias na instituição bancária. O INSS ressalta que é importante que o senhor Martinho logo saque com urgência as parcelas já disponíveis para que o sistema não suspenda o pagamento por não recebimento por parte do segurado", disse em nota. 

6 dicas para aumentar o valor da sua aposentadoria 6 dicas para aumentar o valor da sua aposentadoria

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade