0

Lucro do JPMorgan despenca com provisões para empréstimos em razão do coronavírus

14 abr 2020
09h02
atualizado às 09h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O JPMorgan Chase & Co teve uma queda de 68% no lucro do primeiro trimestre, quando a pandemia de coronavírus forçou o maior banco dos Estados Unidos a aumentar as reservas para protegê-lo de uma potencial disparada na inadimplênia, conforme dados divulgados nesta terça-feira.

Logo da JP Morgan Chase & Co em Nova York
19/09/2013
REUTERS/Mike Segar
Logo da JP Morgan Chase & Co em Nova York 19/09/2013 REUTERS/Mike Segar
Foto: Reuters

O lucro líquido totalizou 2,87 bilhões de dólares, ou 0,78 dólar por ação, no trimestre encerrado em 31 de março, ante 9,18 bilhões de dólares, ou 2,65 dólares por ação, no ano anterior.

Analistas esperavam em média 1,84 dólar por ação, de acordo com dados da Refinitiv. Não ficou claro imediatamente se essas estimativas eram comparáveis às relatadas pelo JPMorgan, devido a itens especiais.

A pandemia fechou as empresas, deixou quase 10 milhões de pessoas desempregadas apenas nos EUA e deve causar uma recessão global que não é vista em gerações.

Até agora, foram registrados quase 1,9 milhão de casos de Covid-19, a doença respiratória mortal decorrente do vírus, e 119.168 mortes, segundo contagem da Reuters. (https://graphics.reuters.com/CHINA-HEALTH-MAP/0100B59S43G/index.html)

Veja também:

Quatro pessoas são esfaqueadas durante briga de família em Cascavel
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade