4 eventos ao vivo

EUA anunciam apoio oficial à entrada do Brasil na OCDE

Informação foi revelada pelo Itamaraty em sua conta no Twitter

23 mai 2019
12h30
atualizado às 12h38
  • separator
  • 0
  • comentários

O governo norte-americano anunciou nesta quinta-feira (23) apoio oficial à entrada do Brasil na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), informou o Ministério das Relações Exteriores. A informação foi revelada pelo Itamaraty em sua conta no Twitter.

Jair Bolsonaro e Donald Trump se cumprimentam em visita do presidente brasileiro ao norte-americano 
19/03/2019
REUTERS/Kevin Lamarque
Jair Bolsonaro e Donald Trump se cumprimentam em visita do presidente brasileiro ao norte-americano 19/03/2019 REUTERS/Kevin Lamarque
Foto: Reuters

"Hoje na OCDE os EUA expressaram de modo claro e oficial seu apoio ao pleito do Brasil de ingressar na OCDE, uma prioridade do presidente Jair Bolsonaro. O Brasil agradece o gesto de confiança e está pronto a trabalhar com todos os membros e Secretariado no processo de acessão", diz o post do ministério.

O apoio foi prometido pelo presidente dos EUA, Donald Trump, durante a visita de Bolsonaro a Washington, em março. Em troca, o Brasil se comprometeu a abrir mão do tratamento especial e diferenciado na Organização Mundial do Comércio (OMC), ao qual tem direito por ser um país em desenvolvimento, e que traz condições favoráveis em negociações.

No entanto, no encontro preparatório para reunião do Conselho da OCDE, no mês passado, os norte-americanos evitaram declarar o apoio. A alegação é que não tinham instrução formal para isso.

Em seguida, depois da repercussão, o Departamento de Estado americano reafirmou a intenção de apoiar o Brasil no órgão.

Sede da OCDE, em Paris 3/9/2009  REUTERS/Charles Platiau
Sede da OCDE, em Paris 3/9/2009 REUTERS/Charles Platiau
Foto: Reuters

Nesta quinta-feira, a embaixada dos EUA no Brasil reafirmou que o país mantém o apoio ao Brasil.

Com o apoio americano, que antes bloqueava a expansão da OCDE, o Brasil deverá começar em breve o processo de adesão, que pode levar até cinco anos para ser completado.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade