PUBLICIDADE

Em meio à crise energética, renováveis ganham força

Fontes alternativas de energia, como solar e eólica, possuem imenso potencial no país.

19 jan 2022 06h30
ver comentários
Publicidade
Foto: Colin Behrens / Pixabay

As energias renováveis ganham cada vez mais força no país e, em 2022, não deve ser diferente. A expectativa é de especialistas do setor energético. “Apesar de uma perspectiva de baixo crescimento econômico, o que influencia diretamente a demanda energética do país no curto prazo, a busca por implantação de fontes renováveis no país continua alta”, explica André Flávio, diretor-executivo para o setor de energia da EY. 

Em entrevista para a série especial da Agência EY sobre as perspectivas para 2022 nas mais diversas áreas socioeconômicas, André fala sobre o potencial das fontes renováveis para o setor energético brasileiro.  

Quais são as perspectivas para 2022 em relação às energias renováveis no país?
Apesar de uma perspectiva de baixo crescimento econômico, o que influencia diretamente a demanda energética do país no curto prazo, a busca por implantação de fontes renováveis no país continua alta. A perspectiva é de que as fontes renováveis de energia ainda continuarão aquecidas com investimentos e aceitação por parte do mercado e dos consumidores. 

Dados da Absolar revelam que apenas a energia solar produzida no país já é mais do que um terço da energia elétrica gerada pela usina de Itaipu. Isso demonstra o potencial desse tipo de energia no país?
A parcela de energia solar na matriz energética do Brasil, apesar de vir crescendo consideravelmente, ainda possui uma pequena participação. Acredito que o dado a ser considerado aqui é o potencial ainda inexplorado desta fonte. Podemos considerar que várias indústrias ainda não migraram para esta possibilidade, o mercado residencial continua praticamente inexplorado e há muitas áreas com possibilidade de abrigar fazendas solares. 

Diante da crise hídrica enfrentada pelo país, qual é a importância de se investir em energias renováveis, como solar e eólica?
As energias solar e eólica podem atuar como um substituto à energia hidráulica. Porém, essas fontes, como algumas hidrelétricas, também são intermitentes e consideradas inflexíveis, caso não haja um sistema armazenador que as complemente. Apesar dessa intermitência, as fontes renováveis apresentam uma opção sustentável à substituição de fontes emissoras de carbono e podem ajudar as hidrelétricas a operar de maneira mais eficiente seus reservatórios. 

Quais são os tipos de energia renovável com maior potencial no país nos próximos anos?
Acredito que, de acordo com a evolução da legislação, as eólicas offshore (instaladas fora da costa territorial) e as solares, principalmente com a abertura de mercado e o incentivo à geração distribuída, serão as fontes com maiores investimentos nos próximos anos.   

A chegada do 5G deve provocar impacto no mercado e produção de energias renováveis?
O 5G permitirá que o sistema disponibilize mais dados para análise e melhorará a questão dos comandos remotos. Esses dois aspectos permitirão um melhor gerenciamento remoto de geração a partir de fontes renováveis. 

Quais os maiores desafios que o país enfrenta para expansão das energias renováveis?
Resumidamente, os principais desafios são: fatores políticos e econômicos, que trazem incertezas para o investidor; grandes volumes de recursos financeiros para expansão do sistema com fontes renováveis, bem como modelos financeiros que diminuam o risco financeiro. Além da implantação dos parques, é necessário o investimento em melhoria e expansão da infraestrutura. É necessária a implementação de leis e normas que permitam e incentivem a expansão do sistema baseado em fontes renováveis de energia. É preciso que haja melhoria da tecnologia para redução do custo de equipamentos e aumente a eficiência deles. Também é necessária a melhoria de tecnologia de armazenamento de energia e garantias de geração devido a condições climáticas, bem como mudanças climáticas. 

Homework Homework
Publicidade
Publicidade