PUBLICIDADE

Ela venceu o câncer e fundou clínica de estética pra pele negra

Empresária começou com R$ 500 no meio da pandemia e com diagnóstico de câncer

21 out 2022 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários
Zarah (ao centro) com sua equipe
Zarah (ao centro) com sua equipe
Foto: Divulgação

Algumas histórias de superação pessoal e empreendedorismo são realmente inspiradoras. É o caso da empreendedora Zarah Flor, que superou preconceito, falta de dinheiro e até um câncer para se tornar mais uma história de sucesso do empreendedorismo brasileiro.

Formada em Estética e Cosmetologia, Zarah trabalhou em diversas clínicas de estética de São Paulo, mas sempre sentia falta de técnicas que fossem especializadas em pele negra. Assim, ela própria desenvolveu uma técnica de depilação a laser para peles negras. E assim nasceu a Zarah Flor Estética e Lazer.

Mas obviamente as coisas não foram tão simples assim. Em 2020, em plena pademia, ela se tornou mãe e foi diagnosticada com câncer de mama. E ela recebeu o diagnóstico no exato dia em que assinou o contrato de locação do espaço onde ela abriria a clinica. 

“Crescer, mudar era o meu sonho. E em outubro de 2020, quando tudo isso ocorreu, meu primeiro pensamento foi desistir. Isto porque pensei que teria pouco tempo de vida e então, queria curtir minha família e viver perto deles”, relembra Zarah.

Ela fez então uma cirurgia para retirada da mama e ficou um ano em tratamento, sem poder trabalhar. Seu marido contratou funcionárias e administrou a empresa apostando na inclusão social.

O começo da virada, com pder de superação

Depois de se recuperar, ela mergulhou nos estudos para aperfeiçoar os procedimentos a laser em peles negras. Ela retornou à rotina de trabalho e com sua técnica conquistou uma clientela fiel.

“São mais de 17 anos dedicado a estética e ao longo da minha carreira, percebi que o mercado precisa de qualificação de profissionais para  tratar e cuidar da pele negra. Isto porque ela tem mais concentração de melanina, a proteína que dá a cor e protege contra os raios solares”, explica Zarah Flor. 

“Consequentemente, a pele negra pode ficar com manchas ou até mesmo queimaduras quando o procedimento é realizado de forma incorreta”, finaliza ela.

O futuro agora promete ser brilhante, pois o sucesso da técnica tornou a empresária famosa no seu meio. E que venham os próximos passos.

Redação Dinheiro em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade