PUBLICIDADE

Disney entra em acordo com governador da Flórida e irá investir mais US$ 17 bi no Estado

A empresa havia entrado em uma disputa judicial com o governador Ron DeSantis depois de se opor a uma política "anti-gay"

13 jun 2024 - 11h13
(atualizado às 12h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A Disney fechou um acordo de expansão da Disney World na Flórida que inclui a construção de um quinto parque temático e mais 14 mil quartos de hotéis, custando US$ 17 bilhões
Foto: Gary Hershorn/GettyImages

A Disney encerrou sua batalha judicial com o governador da Flórida, Ron DeSantis. Na noite desta quarta-feira, 12, foi anunciado um acordo em que a empresa ganha um plano de longo prazo para expansão da Disney World. O plano custará US$ 17 bilhões - mais de R$ 91 bi, na conversão atual.

Segundo o The New York Times, o acordo entre a Disney e o Distrito de Supervisão de Turismo da Flórida Central permite que a empresa de entretenimento possa desenvolver seus resorts e parques por pelo menos os próximos 15 anos, sem precisar se preocupar com a interferência de políticos da Flórida.

A briga judicial começou quando, em 2022, a Disney se opôs a uma lei estadual de educação, chamada na época de "anti-gay". A medida, sancionada pelo governador DeSantis, proíbe qualquer tipo de educação sexual nas escolas da Flórida.

No embate, o governador usou sua força política para assumir o Distrito de Supervisão de Turismo e a gestão dos terrenos da Disney World Resort.

Agora, com o acordo, que é visto como uma vitória para a Disney, a empresa poderá construir um quinto parque temático de grande porte e mais trê pequenos partes. Além disso, está liberada para construir mais 14 mil quartos de hotel. Ao todo, essa expansão deve criar mais 13 mil empregos --atualmente, a Disney já emprega mais de 75 mil pessoas na Flórida.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade