PUBLICIDADE

Prefeitura de SP oferece R$ 5 mil pra PMEs desnegativarem CNPJ

Empreendedores que possuem negócios na cidade de São Paulo podem solicitar o serviço.

10 jun 2022 06h30
ver comentários
Publicidade
Foto: Pixabay

A pandemia deixou algumas pequenas e médias empresas em situação complicada. Muitas ficaram com o CNPJ “sujo”, o que acaba comprometendo até a continuidade do negócio. No entanto, uma notícia boa: com juros zero e prazo de pagamento de até 24 meses, você pode pegar até R$ 5 mil junto à Prefeitura de São Paulo para desnegativar seu CNPJ.

Trata-se do programa de microcrédito “Nome Limpo” da Ade Sampa, agência vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, por meio do convênio com o Banco do Povo. 

“Essa ação é fundamental para promovermos uma retomada econômica inclusiva. Apoiar os pequenos empreendedores, principalmente os que mais foram afetados durante a pandemia, é uma das prioridades da Prefeitura de São Paulo”, declara Aline Cardoso, secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. “Com nossos principais serviços, seja de orientação, acesso à crédito ou qualificação empreendedora, os donos de pequenos negócios podem não só resgatar seu empreendimento, como torná-lo cada vez mais bem estruturado e competitivo.”

Como solicitar o microcrédito “Nome Limpo” 

Não é complicado solicitar o crédito. Basta preencher um formulário online e aguardar o contato da Ade Sampa, que, após realizar a checagem documental, agendará uma visita de constatação ao empreendimento. 

O boleto para quitação da dívida será emitido após confirmação de conformidade de todos os requisitos pela Ade Sampa. O Banco do Povo, programa do Governo do Estado que distribui os recursos, é responsável pela análise de crédito, que ocorre após a conclusão da etapa documental e visita de avaliação.

“Esta parceria entre a Ade Sampa e o Banco do Povo atende aqueles microempreendedores que sofreram com a pandemia. Entendemos a necessidade do fortalecimento de medidas que permitam que nossas micro e pequenas empresas fiquem de pé e se restabeleçam de forma mais ágil neste momento de recuperação econômica”, diz Renan Vieira, diretor da Ade Samp.

Para fazer parte desse programa, os interessados devem: 

  • • Possuir um negócio localizado no município de São Paulo
  • • Ter contraído a dívida a partir de março de 2020 (início da pandemia)
  • • Realizar uma das trilhas de capacitação empreendedora de no mínimo 20 horas (oferecidas pela Ade Sampa, Sebrae ou Aliança Empreendedora) 
  • • Aceitar receber a visita de constatação
  • • Apresentar a documentação completa e o boleto emitido por órgãos de proteção ao crédito para quitação da dívida

Em caso de dúvidas, o empreendedor pode entrar em contato com a Ade Sampa pelo telefone (11) 4210-2668, de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Redação Dinheiro em Dia
Publicidade
Publicidade