PUBLICIDADE

Covid antecipou a transformação digital em 5 anos

Tecnologia permitiu que apps fossem construídos do dia para noite, e até em seis horas, para auxiliar empresas durante pandemia.

30 dez 2021 07h00
ver comentários
Publicidade
A urgência para adaptar os negócios adiantou o processo de digitalização em 5 anos
A urgência para adaptar os negócios adiantou o processo de digitalização em 5 anos
Foto: Firmbee / Pixabay

A implementação de protocolos para combater a Covid-19 demandou uma adaptação quase que instantânea para as empresas com implementação de protocolos e gerenciamento de medidas de saúde e segurança no local de trabalho e modernização de processos e tecnologias de negócios e isso inclui a simplificação da cadeia de suprimentos, que segue sentindo os efeitos da pandemia.

Essa urgência para adaptar os negócios adiantou o processo de digitalização em 5 anos e, dependendo da área, pode-se falar em 10 anos. A diferença está que agora, as empresas, na busca por uma escalabilidade ágil e o processo de desenvolvimento mais rápido que o convencional, encontraram nas plataformas low-code uma margem de criação mais ampla, assertiva e sem gerar o tão temido débito técnico, que consome boa parte dos investimentos em novas tecnologias.

Para Adeisa Romão, diretora Comercial da OutSystems no Brasil, as empresas estavam dando seus primeiros passos rumo à digitalização, mas não tinham a mesma urgência que a pandemia impôs. 

“As grandes corporações já tinham grandes projetos na área de tecnologia, mas nada que fosse programado em curto prazo. A Covid-19 mostrou para todos os setores que é possível ser uma empresa digitalizada, em pouco tempo, quando utilizamos as ferramentas certas”, defende ela.

Essa aceleração foi sentida nos quatro cantos do planeta. No Brasil, a pandemia foi anunciada no início de março e no dia 18 do mesmo mês a Consulta Online Coronavírus da Unimed-BH já estava disponível para os clientes. A aplicação foi desenvolvida em poucas semanas, assim que o Ministério da Saúde autorizou o uso emergencial da telemedicina no país, com isso, junto com a OutSystems.

No mundo, pode-se destacar o caso da StemCell, que depois de implementar uma política de trabalho remoto para a maioria de sua equipe global durante a pandemia, usou o OutSystems para criar, em uma noite, um aplicativo móvel que monitora a saúde, disponibilidade e localização de todos os funcionários. A empresa também aproveitou para sair de seu sistema ERP SAP legado e abraçou a velocidade do desenvolvimento do low-code para fornecer novos recursos três vezes mais rápido.

Já a SMB fintech Lendr, assim que o governo dos Estados Unidos lançou o Paycheck Protection Program criou, em menos de seis horas, um aplicativo para ajudar seus clientes no processo de inscrição no PPP.

“A mudança na forma que as empresas enxergavam a digitalização não mudou apenas naquele momento de emergência. A crise ajudou a desenvolver um legado tecnológico, fazendo com que se tenha uma visão maior no futuro a curto prazo, focando em ações duradouras no presente”, completa Romão.

Com atrasos em toda a cadeia de abastecimento global, que segue afetando a vida e os negócios em todo o mundo, as empresas de logística têm buscado soluções sofisticadas que permitam criar aplicativos que rastreiam e gerenciam os processos de transporte e remessa com grande sucesso.

Duas grandes empresas de logística tiveram que inovar para seguir ampliando seus negócios. A mexicana Estafeta, empresa localizada na Cidade do México, experimentou uma queda significativa no volume de transporte no início da crise, como solução, desenvolveu seis aplicativos novos ou adaptados que a ajudaram a aumentar o volume de entrega em 50%.

A Hermes UK, por exemplo, adotou uma abordagem de desenvolvimento enxuta e iterativa para entregar um sistema de rastreamento das encomendas em pouco mais de uma semana e, em seguida, trouxe uma solução de cadeia de suprimentos personalizada em dois meses. Graças a esses dois aplicativos construídos na plataforma OutSystems, a Hermes consegue processar 20 milhões de entregas internacionais a cada ano.

Em 2021, a OutSystems foi a plataforma mais escolhida por muitas empresas que criam aplicações web e mobile para solucionar problemas e oportunidades de negócios mais significativos em diversos setores, incluindo a simplificação da cadeia de suprimentos.

(*) HOMEWORK inspira profissionais e empreendedores a trabalhar de um jeito mais inteligente, saudável, transformador. Nosso conteúdo impacta mais de 1 milhão de usuários únicos, todo mês. É publicado no Terra e compartilhado via redes sociais, WhatsApp e newsletter. Entre pra comunidade HOMEWORK!

Homework Homework
Publicidade
Publicidade