0

Correios seguem em Ciência e Tecnologia e privatização está fora de pauta "por enquanto", diz futuro ministro

6 dez 2018
14h34
  • separator
  • comentários

Os Correios seguirão subordinados à pasta da Ciência e Tecnologia e privatização ainda não está na pauta, disse o futuro ministro Marcos Pontes nesta quinta-feira.

Ex-astronauta Marcos Pontes é recepcionado na chegada a Bauru
 21/4/2006   REUTERS/Paulo Whitaker
Ex-astronauta Marcos Pontes é recepcionado na chegada a Bauru 21/4/2006 REUTERS/Paulo Whitaker
Foto: Reuters

"Os Correios são com a gente, nós temos a parte de comunicações junto e continua junto no nosso organograma", disse ele na saída do comitê de transição em Brasília. "Por enquanto não está na pauta (privatização)", completou o ex-astronauta.

Pontes, em conversa com jornalistas, defendeu ainda o desenvolvimento sustentável e disse que decisões finais sobre questões climáticas e outros temas como a Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas, a COP 25, que o Brasil não irá mais sediar por decisão do novo governo, cabem ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

"Nós temos dentro da comunidade científica uma participação muito grande em estudos e análises de clima. Estudos e análises e a importância do desenvolvimento sustentável...e essas informações todas vão ser levadas ao presidente, logicamente quem tem o poder de decisão é o presidente", declarou.

Segundo o novo ministro, seu papel é o de levar os dados necessários para que as decisões sejam tomadas. "Nós temos a obrigação ... de informar tudo sobre esses assuntos inclusive", explicou.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade