PUBLICIDADE

Como manter colaboradores motivados e evitar turnover

Salário emocional, pacote de benefícios e desenvolvimento profissional precisam fazer parte de quem quer construir ambientes saudáveis

28 fev 2024 - 06h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Envato

Colaboradores satisfeitos são 31% mais produtivos, 85% mais eficientes e 300% mais inovadores. Esses números fazem parte de uma pesquisa da Harvard Business Review, que mostra uma virada de chave quando o assunto é a felicidade no ambiente de trabalho. Ao contrário da crença comum de que a realização vem depois de muito esforço, a verdade é que o bom desempenho apenas é conquistado quando se coloca o bem-estar em primeiro lugar. 

Para atingir esse objetivo, especialistas apontam que aspectos como saúde mental, comunicação, benefícios e desenvolvimento profissional devem estar no centro das estratégias das empresas que buscam resultados promissores em termos de retenção e engajamento.

No entanto, manter talentos dentro da empresa é um grande desafio. O Brasil aparece no topo do índice global de rotatividade de funcionários, registrando um aumento de 56% no turnover, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Lutar contra isso tem sido rotina no ambiente corporativo, e exemplos na contramão desse cenário começam a aparecer. 

No Paraná, uma startup alcançou a marca de rotatividade abaixo de 8%. A abordagem da Dealersites, empresa de digitalização do mercado automotivo brasileiro, incorpora terapia, aula de respiração, meditação, consulta nutricional e outras iniciativas voltadas para o bem-estar corporativo. 

"Desde 2022, promovemos encontros quinzenais com uma psicóloga, com a participação de 50 dos nossos 80 colaboradores. O efeito são pessoas mais felizes, trabalhando melhor e desenvolvendo a inteligência emocional", explica a diretora de Recursos Humanos, Andreza Shibata. 

Ao incentivar a cultura da felicidade, as empresas conseguem criar ambientes de trabalho mais harmoniosos e produtivos. Nesse contexto, a psicóloga Flávia Costa, que está diretamente envolvida no acompanhamento dos colaboradores da Dealersites, destaca cinco princípios fundamentais que devem fazer parte das companhias que buscam crescimento e sucesso a longo prazo. 

1. Salário emocional 

Abordar questões relacionadas à saúde mental no ambiente de trabalho é um hábito importante para manter a qualidade de vida dos colaboradores, promovendo o equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Para Flávia Costa, práticas como palestras, rodas de conversas, workshops e treinamentos devem fazer parte da rotina corporativa. 

"O salário emocional precisa ser uma prioridade, pois não adianta o colaborador receber a melhor remuneração se seu ambiente de trabalho o adoece. Logo, respeito, liberdade e confiança são essenciais para criar um senso de pertencimento e muitas outras vantagens", ressalta a psicóloga.

2. Desenvolvimento profissional 

Ao mesmo tempo que treinamentos dão luz às possibilidades de crescimento dentro de uma empresa, eles demonstram um investimento genuíno nos colaboradores. Quando se prioriza isso, a empresa evidencia as habilidades de sua equipe e promove uma cultura que incentiva o desenvolvimento profissional. 

Além disso, programas de capacitação têm um papel crucial na retenção de talentos, garantindo um ambiente onde o progresso individual está alinhado com os objetivos organizacionais.

3. Comunicação transparente 

Promover a participação ativa nas decisões organizacionais, seja por meio de votação, opiniões ou feedbacks, motiva os colaboradores e traz clareza sobre o propósito da empresa. 

"A liderança desempenha um papel crucial quando não apenas oferece críticas construtivas, mas também acolhe as opiniões dos funcionários, fortalecendo uma cultura de comunicação aberta e eficaz", salienta Flávia. 

Esse envolvimento promove um ambiente onde os funcionários se sentem valorizados e prontos para contribuir ativamente para o progresso da companhia.

4. Pacote de benefícios  

Oferecer um pacote de benefícios que promova a saúde, a segurança, o bem-estar e a qualidade de vida dos funcionários é tão relevante quanto um bom salário, como mostra o Guia Salarial 2023 da Robert Half. Mesmo com uma remuneração competitiva, a valorização plena no ambiente de trabalho é crucial para evitar problemas de relacionamento, queda no desempenho e até mesmo pedidos de demissão em casos extremos. 

Dentro desse contexto, um bom plano de carreira torna-se um elemento importante para estruturar o caminho profissional que o funcionário pode percorrer dentro da organização para se desenvolver e assumir gradativamente novos desafios.

5. Incentivo à inovação 

Criar um local de trabalho propício à criatividade é decisivo para estimular a expressão de ideias. Ambientes descontraídos e estimulantes podem ser uma saída para fortalecer o espírito de equipe, aliviar o estresse e incentivar soluções inovadoras. Mas a psicóloga lembra que antes de pensar em um espaço para descanso e diversão, é indispensável focar em uma cultura organizacional que valorize a voz de cada pessoa. 

"Conquistar mudanças comportamentais positivas e evoluções emocionais no trabalho não é nada fácil, é preciso acompanhamento e disposição ao autocuidado. Na Dealersites, esse processo dá certo porque seguimos o ritmo das equipes, ao mesmo tempo em que colocamos em prática uma abordagem acolhedora e empática", conclui Flávia. 

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão. 

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade