0

CMO fecha acordo e discute crédito suplementar para contornar regra de ouro

11 jun 2019
13h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O relator do projeto que autoriza a abertura de um crédito suplementar no valor de 248,9 bilhões de reais para contornar a regra de ouro, deputado Hildo Rocha (MDB-MA), anunciou no início da tarde desta terça-feira que foi fechado um acordo com a oposição para que ela não obstrua a votação do seu parecer sobre o assunto.

Plenário da Câmara dos Deputados
19/02/2018
REUTERS/Adriano Machado
Plenário da Câmara dos Deputados 19/02/2018 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Segundo Rocha, haverá o remanejamento por meio de portaria de 1 bilhão de reais para o programa Minha Casa, Minha vida, e outro 1 bilhão de reais para o descontingenciamento de recursos da Educação, entre outras receitas.

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hassellmann (PSL-SP), que chegou a ir ao Palácio do Planalto para costurar um acordo, anunciou que foi fechado um acordo para garantir a votação da proposta.

Logo após o anúncio do acerto, o presidente da comissão, senador Marcelo Castro (MDB-PI), abriu sessão da CMO para votar o parecer de Rocha. A comissão já aprovou um requerimento de inversão de pauta para que o projeto referente à regra de ouro seja o primeiro item da pauta.

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade