0

Bolsonaro diz que governo estuda novo valor do coronavoucher

Ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, presidente confirmou durante live no Facebook que vai estender a ajuda por mais três meses

25 jun 2020
19h47
atualizado às 19h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta-feira, 25, que o governo estuda pagar mais três parcelas do auxílio emergencial, em valores decrescentes, conforme antecipou o Estadão/Broadcast. A fala do presidente ocorreu em transmissão de vídeo feita ao lado do ministro Paulo Guedes, da Economia, no Facebook.

Anúncio foi feito ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.
Anúncio foi feito ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.
Foto: Facebook/Reprodução / Estadão Conteúdo

"Os números não estão definidos ainda mas vamos prorrogar por mais dois meses. O auxílio emergencial vai partir para uma adequação. Serão R$ 1.200 em três parcelas de, estamos estudando, R$ 300, R$ 400 e R$ 500" afirmou Bolsonaro.

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade