PUBLICIDADE

Berkshire Hathaway reduz novamente sua participação na BYD

17 jun 2024 - 11h09
Compartilhar
Exibir comentários

A Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, reduziu novamente sua participação na BYD, a montadora chinesa que no ano passado ultrapassou a Tesla como a maior fabricante de veículos elétricos do mundo.

A Berkshire vendeu 1,3 milhão de ações da BYD listadas em Hong Kong por 39,8 milhões de dólares, de acordo com um registro nesta segunda-feira na bolsa de valores de Hong Kong.

A venda reduziu a participação da Berkshire nas ações H emitidas pela BYD de 7,02% para 6,90%.

A Berkshire começou a investir na BYD em 2008, pagando 230 milhões de dólares por cerca de 225 milhões de ações, o que equivalia a uma participação de 10%.

Ela começou a vender ações em 2022, época em que o preço dos papéis da BYD havia aumentado mais de 20 vezes. O preço das ações tem caído cerca de 30% desde o pico em junho de 2022.

O investimento na BYD foi ideia de Charlie Munger, o falecido vice-presidente da Berkshire.

Munger disse na reunião anual de 2023 do Daily Journal que ele "nunca ajudou a fazer nada na Berkshire que fosse tão bom quanto a BYD."

Buffett disse em sua reunião anual em maio que seu conglomerado continuará investindo principalmente nos Estados Unidos. A BYD foi uma exceção.

"Charlie bateu na mesa comigo duas vezes e simplesmente disse: 'Compre, compre, compre'", afirmou Buffett aos acionistas. "A BYD foi uma delas... Ele estava certo, e muito."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade