PUBLICIDADE

'Avenida Brasil': Carminha matou Max; veja o que rolou no final

19 out 2012 22h56
| atualizado em 23/4/2020 às 17h13
ver comentários
Publicidade

O último capítulo de Avenida Brasil, exibido nesta sexta-feira (19) pela Globo, teve muitas emoções. Carminha confessou ter matado Max, foi presa, saiu da cadeia três anos depois e foi recebida por Lucinda no lixão. Se reconciliou com Nina e Jorginho. Cadinho acabou casando oficialmente com suas três mulheres, que largaram Jimmy após uma discussão - elas queriam só dinheiro e ele sexo.

O episódio começou com Santiago apontando a arma para Nina e Tufão, perguntando a Carminha quem deveria morrer primeiro. Nervosa, a megera vai para cima do pai e arranca a arma de sua mão. O capanga de Santiago tenta impedí-la, mas ela atira nele. "Minha filha, o que é isso? Devolve essa arma! O que você pretende, fugir sem mim? Como, sua estúpida? Você não tem plano de fuga", dizia ele, tentando convencer a filha a devolver o revólver.

Tufão e Nina pediram para ela não entregar. "Ele vai matar todo mundo", disse Nina. Olhando para o pai, Carminha disse que não ia fugir, que eles deveriam pagar pelo o que fizeram. "Você é um lixo de gente. Eu errei quando te joguei no lixo, devia ter acabado com a sua raça. Como acabei com a da sua mãe", gritou Santiago, chorando com o tiro que levou na perna.

Carminha mandou liberar Nina e Tufão e entregou o arma para a cozinheira, apontando em sua direção. "Atira em mim. Acaba com a sua vingança! Não era isso que tanto queria?", disse ela. Nina ligou para Jorginho e ele seguiu com Leleco até o aeroporto de Búzios. Antes do filho e da polícia chegar, Tufão perguntou se Carminha não ia fugir. "Eu disse que ia me entregar para a polícia e vou", disparou ela. "Vou morrer sem te entender", respondeu ele, antes de Carminha seguir com uma declaração ao ex-marido.

Ela admitiu as qualidades de Tufão em um discurso emocionado. "Sempre soube que não tinha a sorte de ser casada com um homem maravilhoso como você. Talvez por isso tenha feito tantas besteiras nesses anos todos. Da minha maneira maluca eu te amei. Gostava de te fazer feliz. Você me fazia feliz como eu nunca tinha sido antes e como nunca vou ser nessa vida. Nunca mais. Obrigada", declarou ela, chorando, que ainda pediu que ele cuidasse bem da Ágata.

Ela andou em direção a Nina, mas antes que pudesse dizer algo, a polícia chegou com Jorginho. "Você vai pagar por tudo o que fez", acusou o jogador. "Eu entendo, filho. Você foi a única coisa boa que eu fiz na vida. Quero que você seja muito feliz", disse ela enquanto era presa.

No dia seguinte, todos foram para a delegacia prestar depoimento sobre a morte de Max. "Preciso confrontar as versões das testemunhas", disse o delegado. Antes que Nina começasse a explicar a cena que viu, Carminha interrompeu dizendo que ela havia matado o amante. "Vamos começar do começo. Já tivemos uma confissão falsa aqui", alertou o policial.

O delegado lembrou como tudo aconteceu, começando por Max ameaçando Nina, Lúcio invadindo o local e lutando com o malandro, Ivana que deu uma coronhada em sua cabeça e Muricy escondendo a arma para proteger a filha. Janaína também esteve na cena do crime, dando uma facada no braço de Max. Ele ainda disse que quando Nina acordou, o filho de Lucinda lutou com outra pessoa. "Era eu", interrompeu Carminha. Ela lembrou o momento do assassinato. Após uma discussão, Max partiu para cima da perua, que se defendeu batendo com uma pá em sua cabeça. Lucinda chegou e viu o filho caído. "Não teve jeito", repetia Carminha, abalada com a morte.

Carminha disse que precisava tirar Lucinda da cadeia. "Ela está pagando por um crime que não cometeu", disse ela. Antes de Carminha deixar a sala algemada, Tufão agradeceu a ex-mulher. Semanas depois, Lucinda deixou a cadeia e foi recebida pelos filhos do lixão. Ela pediu para visitar Carminha. Lá, ela disse que a megera teria tempo para repensar sua vida. "Vou estar aqui quando você sair. Eu te amo", disse ela. Carminha questionou como ela pode amá-la. "Sempre vou lembrar de você no lixo, 'pititica', com olhar assustado. Sempre te achei parecida comigo e tive amor de filha. Para mim, você é a continuação da minha filha, é como se fosse a minha filha", enfatizou, antes de pedir um abraço para Carminha, que estava emocionada.

Nina e Jorginho voltaram de uma longa viagem justamente no dia em que Carminha deixou a cadeia, três anos depois. O casal contou que estava esperando um filho. Carminha saiu da prisão e foi recebida por Lucinda, que a levou para o lixão. "Vai ficar na cola mesmo?", perguntou assim que viu a mãe do lixo. "Vou sim. E espero que você não me dê mais trabalho", respondeu. Carminha lembrou que, aos 16 anos, jurou que não voltaria a viver no lixão. Lucinda disse que ela poderia se ajeitar e ir embora, mas a megera falou que não pretendia. "Se você deixar vou ficar aqui".

Cadinho
No chá de fraldas da Suelen, Cadinho estava terminando os últimos preparativos quando Beverly chegou. Ele disse que estava triste e de luto pela perda de suas três mulheres. A cabeleireira tentou animá-lo, mas ele garantiu que não queria mais se envolver com ninguém. "Não quero ser deselegante, mas prometi que não vou mais me envolver. Não quero mulher, namoro, sexo e beijo na boca. Vou comprar uma casa, um cachorro e aprender a jogar dominó", disse ele, desanimado.

Não demorou muito e Noêmia, Verônica e Alexia apareceram no Divino, após terminarem o relacionamento de fachada com Jimmy. A briga começou quando o empresário voltou de viagem e queria um beijo das mulheres, mas cada uma deu uma desculpa. "Vocês estão de enrolação comigo. Quero as três na minha cama nesta noite", ordenou ele. Todos discutiram e as mulheres foram embora de casa atrás de Cadinho. Falido, ele disse que todas são seu grande amor e elas o pediram em casamento, com direito a vestido de noiva e festa. Diógenes ofereceu o Divino Futebol Clube para o evento.

Adauto
Finalmente foi revelado o segredo de Adauto. O ex-jogador perdeu o pênalti em um jogo importante do Divino após outro atleta dizer algo em seu ouvido. Olenka foi atrás do mistério e encontrou Ceará, o responsável por abalar Adauto. Ele contou que disse "chupetinha" ao gari, antes do chute.

Tudo começou quando Diógenes chegou ao bar do Silas desesperado, porque um importante jogador rompeu os ligamentos. Olenka lembrou que era a mesma posição que Adauto jogava e sugeriu o retorno do namorado ao time. Todos do bar não tinham esperança. Persistente, ela descobriu o mistério e procurou o namorado dizendo que gostaria de ajudá-lo a superar o trauma. Ele desconversou e começou a chorar, lembrando quando tinha 15 anos e sofreu bullying na escola, após os amigos flagrarem ele com uma chupeta no banheiro.

"Eu sei que você chupa chupeta até hoje. Você tem que acabar com isso, com esse trauma", disparou ela. Olenka encontrou a chupeta e incentivou o namorado a queimá-la. Dias depois, no jogo decisivo do Divino, Adauto cobrou um pênalti e, acertando as contas com o passado, marcou o gol que deu a vitória ao time, que acabou subindo para a primeira divisão.

Nina X Carminha
Na mansão de Tufão, o clima era o mais amistoso possível. Na mesa, estavam reunidos, além da família do ex-jogador, Silas, que se tornou namorado de Ivana, e o casal Tessália e Darkson, que mostrou não ter mais problemas com Muricy e Leleco. Tufão deixou claro que não conseguiu perdoar Carminha, mas disse que estava feliz por Nina e Jorginho terem conseguido esquecer as maldades de sua ex-mulher.

A cena de reconciliação começou com Carminha como catadora de lixo. Após um dia cansativo de trabalho, ela chegou à casa de Lucinda e descobriu que Nina e Jorginho estavam lá, para uma visita. Os dois levaram junto o filho do casal. "Eu não esperava", repetiu Carminha diversas vezes, muito emocionada. Ela pegou o garoto no colo e disse que ele era muito parecido com Jorginho.

Todos se sentaram à mesa para comer risoto, preparado por Carminha. O clima estava tenso e Nina tentou amenizar dizendo que a comida estava ótima. Jorginho concordou e deixou a mãe feliz e orgulhosa. A megera perguntou de quem foi a ideia da visita e, ríspido, Jorginho disse que Lucinda havia sugerido e Nina decidiu aceitar.

Carminha questionou se a enteada havia lhe perdoado. "Estou aqui, não?", respondeu a cozinheira. "Você é superior a mim mesmo. Eu não seria capaz de fazer igual", disse Carminha. Nina perguntou se ela também a perdoou já que havia transformado sua vida em um inferno. "Só estou colhendo o que plantei. Adianta não perdoar?", disse ela. Lucinda pede que elas se abracem. Carminha sai da mesa e Nina a encara. Ela levanta e dá um abraço na madrasta. As duas choraram bastante.

"Que destino caprichoso esse nosso. Sempre juntas", disse Carminha, enquanto preparava um café ao lado de Nina. "Parece que é isso mesmo, sempre juntas", respondeu a cozinheira. Ela ainda disse que serviria o café. "Sabe como eu gosto, né? Sem açúcar. Só me falta engordar agora", falou ela, relembrando a época em que era patroa de Nina. Já na mesa, o clima estava mais leve e, enquanto Nina servia o café, Carminha pegou na mão de Jorginho. Ele se emocionou e sorriu para a mãe, em sinal de que a perdoava, para orgulho de Lucinda.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade