1 evento ao vivo
TV

Nickelodeon confirma que Bob Esponja é personagem LGBTQ+

Especulações de que o protagonista seria gay já tinham surgido, mas na época foram negadas pelo criador da animação

14 jun 2020
13h39
atualizado às 13h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O estúdio Nickelodeon oficializou que Bob Esponja é um personagem LGBTQ+. A confirmação de especulações que já tinham surgido anteriormente veio em uma publicação nas redes sociais neste sábado, 13, para comemorar o mês do orgulho LGBTQ+.

Nickelodeon confirma que Bob Esponja é personagem LGBT
Nickelodeon confirma que Bob Esponja é personagem LGBT
Foto: Divulgação / Estadão Conteúdo

"Celebrando o Orgulho com a comunidade LGBTQ + e seus aliados neste mês e todos os meses", escreveu a empresa de entretenimento juvenil em um post com o protagonista do desenho Bob Esponja Calça Quadrada. Além do animal marinho, a postagem também traz imagens de Korra, de A Lenda de Korra, e de Schwoz Schwartz, de Henry Danger.

Veja a publicação da Nickelodeon sobre o mês do orgulho LGBTQ+:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Celebrating Pride with the LGBTQ+ community and their allies this month and every month ? (: by @space.ram)

Uma publicação compartilhada por Nickelodeon (@nickelodeon) em

Em 2002, a mídia norte-americana relatou que produtos do Bob Esponja tinham grande popularidade entre o público gay. Já em 2005, grupos conservadores cristãos nos Estados Unidos afirmaram que o personagem principal da animação e seu melhor amigo Patrick eram usados para disseminar a homosexualidade.

O criador de Bob Esponja, Stephen Hillenburg, falou sobre o assunto em entrevista à Reuters antes da estreia em Cingapura de Bob Esponja - O Filme, em janeiro de 2005. "Isso não tem nada a ver com o que nós tentamos fazer", disse.

"Nunca tivemos a intenção de que Bob Esponja e Patrick fossem gays. Eu os vejo como quase assexuais. Tentamos apenas fazer graça", afirmou Hillenburg.

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade