PUBLICIDADE

Chefão do Globoplay deixa vários mistérios no ar ao sair da empresa 

Erick Brêtas é substituído por executivo de finanças no momento em que a HBO Max gera grande expectativa com suas novelas com ex-globais

5 fev 2024 - 13h42
(atualizado às 13h45)
Compartilhar
Exibir comentários

Responsável pela implementação e o desenvolvimento do Globoplay, Erick Brêtas deixou o Grupo Globo após 26 anos. Uma trajetória de sucesso, sem dúvida. Como ele próprio destacou em postagem no X (antigo Twitter), “hoje, o selo ‘Original Globoplay’ é marcador de prestígio para uma série ou um doc”. 

Sua saída ressalta três dúvidas sobre a plataforma de streaming da empresa da família Marinho: o número de assinantes do serviço digital, o faturamento anual e se gera lucro ou prejuízo. 

O mercado de TV comenta que a plataforma opera no vermelho desde sua criação em 2015. Essa situação estaria dentro do previsto. A ordem seria continuar a injetar recursos para começar a ter retorno financeiro em alguns anos. 

Sabe-se que a Globo tem sacrificado a lucratividade para manter os planos de investimentos bilionários no aprimoramento tecnológico do Globoplay e no cronograma de produções. 

O futuro da TV aberta está diretamente associado ao streaming. Um grande canal sem uma plataforma forte – em conteúdo, acessos e receitas – arrisca se tornar um negócio inviável. A cúpula global tem convicção dessa realidade. 

Chama atenção que o escolhido para suceder a Brêtas no comando da área de Produtos Digitais e Canais Pagos seja Manuel Belmar, até então diretor de Finanças, Jurídico e Infraestrutura, ou seja, um executivo aparentemente sem experiência efetiva em produção artística. 

A novidade suscita a conclusão de que ele chega com a missão de promover uma reestruturação financeira no Globoplay. Vai cancelar séries e engavetar projetos? Aumentar o valor da assinatura? Reduzir investimentos? 

O tempo trará as respostas. 

Neste ano, o Globoplay passará por uma prova de fogo: o recrudescimento da concorrência da HBO Max por meio de novelas nacionais inéditas. Duas devem ser disponibilizadas até o início do segundo semestre: ‘Dona Beja’ e ‘Beleza Fatal’, ambas com estrelas dispensadas pela Globo. 

Essas produções vão abalar o Globoplay? Há risco de a plataforma ser ultrapassada pela rival com selo norte-americano? 

Por enquanto, mais incertezas.

Erick Brêtas começou na Globo como estagiário no jornalismo e se tornou um dos principais executivos do grupo de comunicação
Erick Brêtas começou na Globo como estagiário no jornalismo e se tornou um dos principais executivos do grupo de comunicação
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade