PUBLICIDADE

Bolsonaro odeia a Globo, mas deu R$ 27,5 milhões ao canal; veja mais números

Apesar do aumento de compra de espaço nos intervalos, o dinheiro do governo representa fração mínima das receitas do canal

5 jul 2022 - 12h11
Ver comentários
Bolsonaro não impediu mais verbas à Globo de seu inimigo William Bonner
Bolsonaro não impediu mais verbas à Globo de seu inimigo William Bonner
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

Dados da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência (Secom), repercutidos na imprensa, revelam que o governo quase dobrou as verbas de publicidade à Globo de 2021 a 2022: de R$ 6,4 milhões para R$ 11,4 milhões.

Neste ano, a rede carioca vai receber a maior quantia desde que o presidente assumiu o Palácio do Planalto – a menor foi em 2020, R$ 2,4 milhões.

A receita vinda do governo na reta final da gestão de Bolsonaro representa menos de 0,1% do faturamento previsto pela agência norte-americana Fitch para o Grupo Globo em 2022, R$ 15,7 bilhões.

Nos quatro anos de mandato de Jair Bolsonaro, a emissora da família Marinho foi contemplada com R$ 27,5 milhões para exibir campanhas federais em seus intervalos.

A propaganda federal, definitivamente, nunca foi imprescindível para o maior grupo de mídia do País. A tal “mamata” denunciada tantas vezes pelo presidente é mera retórica eleitoreira.

Já a Presidência, ao injetar mais dinheiro para ampliar sua visibilidade na Globo, admite a importância do canal líder em audiência no ano em que Bolsonaro tentará a reeleição.

Na média aferida das 7h à meia-noite, a emissora do ‘plim-plim’ atrai mais público do que os 4 principais canais concorrentes juntos. Ignorá-la é abrir mão de uma poderosa vitrine vista por mais de 100 milhões de brasileiros diariamente.

Com Jair Bolsonaro no poder, a emissora que mais recebeu verbas publicitárias do governo foi a Record (R$ 33,6 milhões), do aliado bispo Edir Macedo. Segundo lugar para o SBT (R$ 28,4 milhões), do também bolsonarista Silvio Santos.

A Globo aparece em terceiro com os já citados R$ 27,5 milhões. Quarta colocação no ranking para a Band (R$ 10,4 milhões). Em quinto, a RedeTV! (R$ 4,7 milhões).

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade