PUBLICIDADE

Indicação de Andrea Beltrão ao Emmy por Hebe é 'cala a boca'

Atuação da atriz no filme e na minissérie exibida na Globo dividiu a opinião de amigos e fãs da saudosa apresentadora

24 set 2020 11h33
ver comentários
Publicidade

“Que gracinha”, diria Hebe Camargo ao saber da indicação de Andrea Beltrão na categoria Melhor Atriz do Emmy Internacional por ‘Hebe’, no ar às quintas-feiras, na Globo. A minissérie derivada do filme lançado em 2019 terá o penúltimo capítulo exibido esta noite.

Andrea Beltrão na sequência da estreia do programa de Hebe no SBT, em 1986: uma homenagem respeitosa à grande dama da televisão
Andrea Beltrão na sequência da estreia do programa de Hebe no SBT, em 1986: uma homenagem respeitosa à grande dama da televisão
Foto: Divulgação

A nomeação coloca a artista carioca, de 57 anos, ao lado de Grazi Massafera (indicada por ‘Verdades Secretas’ em 2016) e Fernanda Montenegro, primeira brasileira vencedora do prêmio graças à performance em Doce de Mãe, em 2013.

Beltrão concorre com Emma Bading, da Alemanha, Yeo Yann Yann, de Cingapura, e a vencedora de dois Oscars Glenda Jackson, do Reino Unido. Os vencedores nas 11 categorias do Emmy serão anunciados em 23 de novembro, em Nova York. Este ano, a Globo é um dos parceiros do evento de gala.

A interpretação de Hebe gerou elogios e ressalvas a Andrea Beltrão. Alguns amigos comentaram na imprensa não ter reconhecido a rainha do sofá na obra dirigida por Maurício Farias. A carioquice da atriz teria sido um dos empecilhos, ainda que tenha neutralizado a maior parte de seu sotaque.

Desde o anúncio do projeto, Beltrão disse não se achar parecida com Hebe. Mas seu trabalho de composição física — especialmente os gestos e as expressões faciais — a aproximaram da grande estrela da TV, morta aos 83 anos, de câncer no peritônio, em setembro de 2012. O jeito de franzir a testa e piscar os olhos, por exemplo, ficaram idênticos.

Importante destacar que uma interpretação não é uma imitação. Não se deve cobrar perfeição na aparência e na oralidade. Fundamental identificar a alma do homenageado e, mais subjetivamente, as intenções do ator. Andrea Beltrão apresenta um trabalho digno e interessante de ser visto. A merecida indicação ao Emmy faria a inesquecível e inigualável Hebe Camargo pedir uma ‘cervejota’ para comemorar.

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade