0

Fora da TV, Rafael Miguel queria brilhar na comédia stand-up

Ator carismático morreu antes de conseguir as oportunidades que merecia na teledramaturgia

10 jun 2019
12h12
atualizado às 12h19
  • separator
  • 0
  • comentários

A ficção de horror não tem dado conta de retratar a intensa brutalidade da vida real.

Fã de seriados, o ator planejava voltar à TV
Fã de seriados, o ator planejava voltar à TV
Foto: Instagram / Reprodução

O assassinato do ator Rafael Miguel, de 22 anos, entra para a crônica policial como um caso ainda mais assustador do que estamos – infelizmente – acostumados a ver.

Alvejado junto com os pais, diante da casa da namorada, ele ganhou a indigna fama póstuma.

Seu personagem mais popular na TV foi o Paçoca de Chiquititas, em 2013. Antes, participara de outros trabalhos no SBT e na Globo.

O talento e o magnetismo de Rafael o projetaram em 2004, aos 8 anos, quando estrelou o comercial de um complemento nutricional.

Seu personagem tinha um chilique no supermercado ao pedir para a mãe comprar brócolis.

Nos últimos anos de vida, ele estava afastado da TV. Não conseguiu emplacar uma sequência de trabalhos.

Rafael Miguel na festa familiar de seu último aniversário, em 9 de julho do ano passado
Rafael Miguel na festa familiar de seu último aniversário, em 9 de julho do ano passado
Foto: Instagram / Reprodução

Como se sabe, não basta ter o dom e a aptidão. Conquistar espaço na teledramaturgia exige cultivar contatos, aplicar o marketing pessoal e dose generosa de sorte.

Rafael Miguel morreu sem ter conquistado o espaço merecido diante das câmeras.

Em outubro de 2018, ele se lançou no gênero comédia stand-up.

Compartilhou numa rede social o entusiasmo com a nova fase de sua carreira artística.

Era um recomeço. A oportunidade de fazer o que tanto gostava: atuar e interagir com o público.

Três momentos do ator na TV: como Bentinho em Cristal (SBT, 2006), na pele de Juca em Cama de Gato (Globo, 2009) e como Paçoca em Chiquititas (SBT, 2013)
Três momentos do ator na TV: como Bentinho em Cristal (SBT, 2006), na pele de Juca em Cama de Gato (Globo, 2009) e como Paçoca em Chiquititas (SBT, 2013)
Foto: Divulgação

Nas redes sociais, as incontáveis manifestações de pesar postadas por amigos, artistas e fãs mostram como o rapaz era querido e admirado.

Hoje, todas as emissoras de TV noticiam seu assassinato. Uma morte estúpida que interrompeu uma vida com muitos sonhos.

Veja também:

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade