PUBLICIDADE

Acaiabe se preocupou com Nicette e também morreu por covid

Ator torceu pela recuperação da colega do ‘Sítio do Pica-pau Amarelo’ sem imaginar que pouco depois seria vítima do mesmo coronavírus

1 abr 2021 10h28
ver comentários
Publicidade

Vítima da covid-19 aos 76 anos, João Acaiabe sempre foi um grande contador de histórias. No lendário ‘Bambalalão’, da TV Cultura, ele reunia crianças da plateia em uma roda e fazia todo mundo ‘viajar’ com suas narrações. De casa, os telespectadores mirins viviam uma experiência lúdica, numa época em que os programas infantis tinham poucos recursos e muita criatividade.

João Acaiabe e Nicette Bruno marcaram uma geração ao participar de várias temporadas da versão mais recente do ‘Sítio do Pica-pau Amarelo’, na Globo
João Acaiabe e Nicette Bruno marcaram uma geração ao participar de várias temporadas da versão mais recente do ‘Sítio do Pica-pau Amarelo’, na Globo
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

O ator reencontrou a garotada ao fazer Tio Barnabé no ‘Sítio do Pica-pau Amarelo’ e, depois, o chef Chico em ‘Chiquititas’. Tais personagens ressaltaram o magnetismo de Acaiabe, um sujeito bonachão, sempre sorridente e agregador. Nos bastidores, ele também gostava de contar casos. Era querido por colegas de profissão de todas as idades.

Formado pela renomada EAD (Escola de Arte Dramática) da USP, o artista foi o único negro de sua turma. Na televisão, conquistou valioso espaço. Não era celebridade, jamais ganhou altos salários, mas conquistou visibilidade e respeito no meio artístico e na crítica. Tornou-se uma referência para jovens negros em início de carreira.

No fim do ano passado, Acaiabe enviou mensagens para a atriz Vanessa Goulartt, neta de Nicette Bruno, com quem ele atuou no ‘Sítio’, manifestando preocupação com a saúde da veterana, internada por conta do coronavírus. “Boa tarde, meu anjinho. Passando para um abraço. Na torcida por D. Nicette”, escreveu o ator. A grande atriz morreu em 20 de dezembro, aos 87 anos.

Assim que soube do amigo, Vanessa fez um post para homenageá-lo. “Acaiabe, que você tenha uma passagem iluminada, que a sua doçura fique como exemplo para todos nós”, registrou. “Você me mandava mensagens diariamente para saber da minha avó, quando íamos imaginar que você também seria levado por esse vírus cruel. Te desejo toda luz e todo amor, e para os que me leem, não duvidem nem por um minuto do poder devastador dessa pandemia.”

João Acaiabe esteve em cerca de 30 produções de TV. Começou em 1975, na primeira versão de ‘A Viagem’, na Tupi. Trabalhou em ‘Tenda dos Milagres’, ‘Dona Flor e seus Dois Maridos’, ‘Eterna Magia’ e ‘Segundo Sol’. Uma das últimas aparições foi na minissérie ‘Se eu Fechar os Olhos Agora’, na Globo, em 2019. Ganhou um Kikito de Melhor Ator no Festival de Gramado pela performance em ‘O Dia em que Dorival Encarou o Guarda’, em 1986.
 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade