13 eventos ao vivo

Polícia dominicana prende 2º suspeito de disparos contra astro do beisebol David Ortiz

12 jun 2019
12h39
  • separator
  • 0
  • comentários

A polícia da República Dominicana prendeu na terça-feira um segundo suspeito do ataque a tiros contra David Ortiz, astro de beisebol aposentado do Boston Red Sox, noticiou o Boston Globe.

Ex-astro do beisebol David Ortiz
03/03/2019
Douglas DeFelice-USA TODAY Sports
Ex-astro do beisebol David Ortiz 03/03/2019 Douglas DeFelice-USA TODAY Sports
Foto: Reuters

A prisão ocorreu enquanto Ortiz, de 43 anos, se recupera em um quarto de hospital de Boston após uma segunda rodada de cirurgias também na terça-feira, segundo sua família.Ortiz foi baleado no torso na noite de domingo em um clube noturno a céu aberto de Santo Domingo, capital da República Dominicana, seu país natal, por um atirador em uma moto.O amigo dele Jhoel López, um apresentador de televisão, também foi ferido pelos disparos.A polícia prendeu rapidamente um suspeito, identificado como Eddy Féliz García, que foi espancado por transeuntes no local.

Féliz compareceu a um tribunal na noite de terça-feira e foi acusado de ser cúmplice na tentativa de assassinato de Ortiz. Seu advogado, Deivi Solano, disse aos repórteres diante da corte que o juiz concordou em adiar a audiência até a tarde desta quarta-feira.A mãe de Féliz, Justina García, disse aos repórteres que as acusações contra seu filho, que continua sob custódia, são uma "mentira"."Eles não conseguem ligá-lo a ele porque ele não é um criminoso", afirmou.Ortiz passou por uma primeira rodada de cirurgias em Santo Domingo na noite de domingo e depois foi levado de avião a Boston. Após mais cirurgias no Hospital Geral de Massachusetts, Ortiz se encontra "estável, desperto e descansando confortavelmente", segundo um comunicado divulgado na terça-feira por sua esposa, Tiffany Ortiz.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade