0

Spotify amplia negócios nos EUA. Nasce o modelo de conexão entre a música e o podcast

Na última terça-feira (23), o Spotify assinou um acordo que marca a ampliação de seus negócios nos EUA. Agora, a gigante do streaming se uniu à Comcast, com quase 30 milhões de assinantes de TV a cabo e ao portal Flex, que abriga aplicativos como a Netflix e Hulu. O novo acordo comercial entre as […]

25 jun 2020
10h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na última terça-feira (23), o Spotify assinou um acordo que marca a ampliação de seus negócios nos EUA. Agora, a gigante do streaming se uniu à Comcast, com quase 30 milhões de assinantes de TV a cabo e ao portal Flex, que abriga aplicativos como a Netflix e Hulu. O novo acordo comercial entre as empresas levou as ações do Spotify às alturas, impulsionando o valor da empresa em US$ 47,7 bilhões, com alta das ações em 61,7%.

Foto: Divulgação | Spotify
Foto: Divulgação | Spotify
Foto: The Music Journal

O indicativo de toda essa euforia é fácil de entender: nos últimos anos, o modelo de podcast tem sido visto com bons olhos por investidores de tecnologia. O próprio Spotify, com o novo acordo com a Comcast e o Flex, já visualiza um futuro comercial robusto com este novo modelo. O streaming de música e o podcast vão se entender muito bem dentro da plataforma.

A Comcast permitirá que os usuários de produtos como o X1 e Xfinity Flex se inscrevam em uma conta gratuita do Spotify, com anúncios sendo veiculados durante a reprodução das músicas - o modelo mais básico da plataforma. Isso não será automático: os clientes da Comcast deverão realizar sua adesão ao Spotify fora de suas contas com a operadora de TV a cabo. Mas eles terão desconto no valor da adesão.

A Billboard observa que a conversão é essencial para o modelo de negócios: os assinantes representam 57% da média mensal de usuários do Spotify, mas apenas 10% de toda a sua receita.

Jim Cramer, apresentador do programa Mad Money da emissora CNBC, uma divisão da Comcast, olhou com bons olhos o novo acordo comercial entre Spotify, Comcast e Flex: "O que importa aqui é o crescimento de assinantes".

O foco no modelo de podcast - em crescimento exorbitante no mundo digital - pelo Spotify é inquestionável. O CEO da empresa, Daniel Ek já havia afirmado ao Hollywood Reporter em outubro de 2019 que a empresa iria destinar US$ 500 milhões para aquisições do formato.

"Será um grande negócio", disse Daniel na época.

Veja também:

Kanye West candidato à presidência dos EUA é real?
The Music Journal The Music Journal Brazil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade