PUBLICIDADE

Cantor Caim, da dupla com Abel, morre aos 80 anos

Grande nome da música caipira morreu na madrugada desta sexta-feira, 29, na cidade de Marília (SP)

29 mar 2024 - 16h01
Compartilhar
Exibir comentários

O cantor Sebastião da Silva, conhecido como Caim, morreu aos 80 anos na madrugada desta sexta-feira, 29, em Marília, São Paulo. Ele se tornou um nome emblemático da música caipira como parte da dupla Abel & Caim.

Sebastião nasceu em 20 de janeiro de 1944, na cidade Monte Azul Paulista. Ainda novo, se mudou para Marília e se apaixonou pela moda de viola e música caipira.

Em 1966, formou a dupla Abel & Caim com seu primo, José Vieira. O duo venceu um concurso nacional de violeiros e, no mesmo ano, já gravou seu primeiro LP em vinil.

Ícones da música caipira, Abel & Caim influenciaram sertanejos como Daniel, Leonardo, Zezé di Camargo e Luciano. Ao longo de mais de 40 anos juntos, os dois tiveram grandes sucessos como Mãe Amorosa e Menino Boiadeiro.

Sebastião também foi eleito vereador na cidade de Marília, atuando na Câmara Municipal entre os anos de 1993 e 1996.

Após a morte de Abel em 2011, Sebastião seguiu com o projeto "Caim e Amigos".

Entre 2016 e 2019, formou a dupla Adel & Caim com o músico Addy (Adilson Cândido da Silva). No entanto, Addy morreu de infarto em 2019. Com isso, Caim retomou o projeto solo.

A notícia foi confirmada pela prefeitura de Marília em publicação nas redes sociais. "Caim é uma das personalidades que ajudaram a construir este amor que milhões de brasileiros têm pela autêntica música raiz, por isso a sua voz permanecerá viva na nossa alma, na alma de todo o nosso Brasil", declarou o prefeito de Marília, Daniel Alonso, no texto.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade