PUBLICIDADE

Alicia Keys: de atriz mirim à diva mundial  

24 nov 2021 14h42
ver comentários
Publicidade

Pense em uma cantora norte-americana que vendeu mais de 12 milhões de cópias só com o álbum de estréia da carreira. Agora some isso a uma excelente pianista, compositora, atriz, produtora e empresária de sucesso.

Foto: Sony Music / The Music Journal

Provavelmente se você é muito fã, como eu, o nome Alicia Keys pode ter passado pela sua cabeça. Se você ainda não conhece o trabalho desta versátil artista, esta matéria pode te ajudar a desvendar um pouco do trabalho de Alicia Augello Cook, ou como anteriormente dito, a famosa Alicia Keys.

Alicia nasceu em Manhattan, Nova York (EUA), no dia 25 de janeiro de 1981. Filha de Teresa Augello, e Sam Cook, tem um misto de ascendência ítalo-irlandesa-escocesa com jamaicana.

Possui um estilo de voz de diferenciado e forte. É contralto (tipo de voz feminina grave), e atinge três oitavas.

Com apenas 4 anos de idade, começou a carreira artística como atriz do famoso sitcom The Cosby Show, apresentado pelo comediante Bill Cosby.

Aos 7, Alicia Keys já tocava Beethoven, Mozart e Chopin no piano. Aos 14 compôs sua primeira canção, e aos 16 foi considerada a melhor aluna da sala, na Escola de Artes Profissionais, em Manhattan.

Mas foi gravando uma "demo", e enviando ao produtor Jermaine Dupri, do So so Def, distribuído pela Columbia Records, que estava começando a trilhar seu caminho de sucesso. Sua primeira canção profissional Dah Dee Dah (Sexy Thing), fez parte da trilha sonora do filme Men in Black, em 1997.

Mais tarde, descontente com os rumos da Columbia Records, Alicia conheceu Clive Davis, produtor que descobriu Whitney Houston, e com ele, foi contratada pela Arista Records.

Com a dissolução da Arista, Clive a convidou para fazer parte de seu selo, a J Records. E foi neste selo que Alicia emplacou mais 2 sucessos de trilhas sonoras para os filmes Shaft e Dr. Dolittle 2, em 2000. De lá pra cá, vieram músicas como: No One, My Boo (com Usher Raymond), Girl on Fire, If I Ain't got you, Empire State of Mind (com Jay-Z), Put it In a Love song (com Beyoncé), e outras, somadas a álbuns de enorme sucesso como: Songs in A Minor (2001), The Diary of Alicia Keys (2003), As I Am (2007), The Element of Freedom (2009), Girl on Fire (2012), Here (2016), Alicia (2020), Keys (2021/2022).

Destacamos nesta poderosa lista, o álbum Here, politicamente importante por se tratar do empoderamento de mulheres e negros. Here é mais que um simples álbum de músicas, mas sim, um discurso e um grito de socorro para a igualdade racial e de gênero, onde Alicia levanta com maestria essa bandeira.

Sua vida pessoal também trilha o sucesso. É casada desde 2010 com o rapper e produtor musical Swizz Beatz, e têm 2 filhos (Egypt e Genesis).

Hoje, Alicia Keys já é considerada uma das maiores vozes do R&B e do soul, e já declarou algumas vezes seu amor pelo Brasil, em especial, na segunda vinda, num show maravilhoso que fez no Palco Mundo, do Rock in Rio (2017).

Nada mal para quem tem apenas 40 anos de idade. Aguardemos novidades da Diva!

The Music Journal The Music Journal Brazil
Publicidade
Publicidade