PUBLICIDADE

Trump comuta pena de presa após pedido de Kim Kardashian

7 jun 2018 - 09h43
(atualizado às 09h48)
Ver comentários
Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou na quarta-feira a pena de prisão perpétua de uma mulher condenada por um crime relacionado a drogas cuja causa foi abraçada pela celebridade Kim Kardashian West, e está disposto a usar seus poderes constitucionais de clemência para aliviar as sentenças de dezenas de condenados, disse uma fonte da Casa Branca.

Kim Kardashian 04/06/2018 REUTERS/Shannon Stapleton
Kim Kardashian 04/06/2018 REUTERS/Shannon Stapleton
Foto: Reuters

Alice Marie Johnson, de 63 anos, já cumpriu mais de 20 anos de sua pena por conspiração ligada a drogas e lavagem de dinheiro. Alice "foi uma prisioneira modelo ao longo das duas últimas décadas", disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, em um comunicado.

Sarah disse que, embora "este governo sempre vá ser muito duro com o crime, acredita que aqueles que pagaram sua dívida à sociedade e trabalharam duro para se aprimorar na prisão merecem uma segunda chance".

Kim Kardashian abordou Trump pessoalmente e também se encontrou com Jared Kushner, importante assessor de Trump que vem liderando esforços para reformar o sistema prisional e de atribuição de penas do governo.

Embora Alice mereça clemência, a maneira como seu caso foi levado à atenção de Trump foi inédita e é de se perguntar se foi justa, disse Margaret Love, que já atuou no Departamento de Justiça dos EUA como encarregada pelos perdões.

"Isto jamais havia sido feito", afirmou.

Veja também

Khloé Kardashian faz chá de bebê luxuoso para a primeira filha: 'Baby Thompson':

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade