1 evento ao vivo

Steve Carver (1945 - 2021)

9 jan 2021
17h14
atualizado às 17h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Orion Pictures / Pipoca Moderna

O diretor Steve Carver, especialista em filmes de ação, morreu na sexta-feira (8/1) após um ataque cardíaco em Los Angeles, aos 75 anos.

O primeiro amor de Carver foi a fotografia e ele chegou a trabalhar como freelancer para publicações como Architectural Digest e National Geographic, além da agência de notícias United Press International, antes de se mudar para Los Angeles em 1970, onde matriculou-se no American Film Institute e conseguiu um estágio no DGA (o Sindicato dos Diretores dos EUA) para aprender como virar cineasta.

Seu primeiro filme foi um curta universitário de 27 minutos que adaptava o conto de terror "O Coração Revelador", de Edgar Allan Poe, em 1971. Três anos depois, fez o primeiro longa, o cultuado "The Arena" (1974), um filme de gladiadoras romanas estrelado por Pam Greer, que marcou sua colaboração inicial com o produtor Roger Corman.

Carver comandou mais dois filmes para Corman, ambos sobre gângsteres: "A Mulher da Metralhadora" (1974), com Angie Dickinson, e "Capone, o Gângster" (1975), com Ben Gazzara.

A grande virada de sua carreira aconteceu quando se juntou ao astro de ação Chuck Norris em "O Ajuste de Contas" (1981). O sucesso moderado daquela produção foi extrapolado com a segunda e melhor parceria da dupla, "McQuade, o Lobo Solitário" (1983), que rendeu um dos papéis mais lembrados de Norris, estabelecendo o protótipo do Texas Rangers que ele revisitaria uma década mais tarde em sua famosa série televisiva, "Chuck Norris: O Homem da Lei" (Walker, Texas Ranger).

O diretor seguiu fazendo filmes apelativos (como "Jocks") e de ação (como "Prova de Fogo") pelo resto da carreira, sem voltar a repetir o sucesso, até se ver restrito a lançamentos para vídeo. "Crazy Joe: Treinado para Exterminar" e "The Wolves" foram seus últimos trabalhos, distribuídos diretamente em VHS em 1993 e 1996.

Ele preferiu abandonar a filmadora para retomar a máquina de fotografia. Em 1995, abriu The Darkroom, um laboratório fotográfico em Venice Beach, onde desenvolveu técnicas de arquivo para preservar imagens históricas para colecionadores e museus particulares, e passou a ensinar técnicas de impressão tradicionais.

Em 2019, Carver publicou seu livro de fotos ("Western Portraits: The Unsung Heroes and Villains of the Silver Screen") com registros inéditos de sua carreira, destacando retratos de atores com quem trabalhou, como Robert Forster, Karl Malden, Richard Roundtree, David Carradine, Bo Hopkins, Clu Gulager, Jan-Michael Vincent e muitos outros.

Veja também:

Carla Perez é a rainha do Insta e podemos provar!
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade