PUBLICIDADE

Ralf diz que não via Chrystian há quatro anos devido a desencontros em agendas de shows

Fãs e familiares se despedem de Chrystian em velório em São Caetano do Sul

20 jun 2024 - 14h20
(atualizado às 15h27)
Compartilhar
Exibir comentários
Ralf compareceu ao velório do irmão, Chrystian, com quem formou dupla sertaneja
Ralf compareceu ao velório do irmão, Chrystian, com quem formou dupla sertaneja
Foto: Reprodução/TV Globo

Parentes, amigos e fãs do cantor Chrystian, da dupla Chrystian e Ralf, se despediram dele na manhã desta quinta-feira, 20, em um velório realizado em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo. Ralf, um dos primeiros a chegar no velório, se comoveu ao falar do irmão.

Chrystian faleceu nesta quarta-feira, 19, aos 67 anos. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Oeste da capital paulista. Segundo o hospital, o artista teve uma infecção generalizada em decorrência de pneumonia. Ele deixa dois filhos, que teve com Key Vieira, com quem estava há 29 anos. Na década de 1980, Chrystian foi casado com Gretchen.

"É muito triste, é inexplicável. A gente fica muito sentido", disse Ralf à TV Globo. O cantor contou que, devido aos desencontros de agendas, após os dois cantores seguirem carreira solo, estavam sem se encontrar há alguns anos.

"Fazia quatro anos, porque não coincidia. Eu fazendo show em um lugar e ele em outro. Mas é meu irmão, isso é muito importante”. Apesar da distância, os dois permaneceram tendo uma boa relação.

"Ele era excepcional, um segundeiro de primeira. Contribuiu muito, a gente fazia arranjos juntos, ele escolhia o repertório. É triste demais perder um parceiro assim, e meu irmão”, disse.

Saúde

O cantor Chrystian morreu antes de realizar um transplante de rim, programado para o fim do ano. Em fevereiro, a equipe do artista já tinha publicado um comunicado nas redes sociais informando que a cirurgia teria sido adiada e que a esposa, Key Vieira, seria a doadora do órgão. Juntos há 29 anos, o casal se conheceu quando ela era fã da dupla Chrystian e Ralf.

O motivo do transplante no cantor de 67 anos seria uma condição genética chamada rim policístico. Segundo a Rede D'Or, o paciente com a doença "sofre com a formação de uma série de cistos em seu interior, causando inchaços e dilatações que se assemelham a várias bolhas juntas".

Morre Chrystian: relembre sua vida e carreira com Ralf Morre Chrystian: relembre sua vida e carreira com Ralf

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade