PUBLICIDADE

Johnny Depp é acusado de plagiar poema inteiro em letra de música

A poesia que teria sido plagiada se chama "Hobo Ben". E seus versos são, realmente, muito semelhantes aos de "Sad Motherf***in' Parade"

4 ago 2022 - 16h28
(atualizado às 16h52)
Ver comentários

Johnny Depp vai encarar mais um processo em sua carreira cada vez mais jurídica. Ele foi acusado de plágio em sua recente incursão musical com o roqueiro Jeff Beck.

Depp e Beck lançaram o disco "18" no mês passado, que reúne diversos covers e duas músicas originais. Uma delas, "Sad Motherf***in' Parade", foi considerada um ataque contra Amber Heard. Mas a inspiração pode ter sido bem diferente.

O musicólogo Bruce Jackson denunciou à revista Rolling Stone que a letra é plágio de um "toast" obscuro, cantado por um homem negro encarcerado e documentado por ele em 1974. A letra da poesia profana original foi escrita por um homem chamado Slim Wilson que estava cumprindo uma sentença de assalto à mão armada na Penitenciária Estadual do Missouri, quando Jackson a registrou em seu livro "Get Your Ass in the Water and Swim Like Me", dedicado à história dos "toasts" - poesia negra maldita. O livro foi lançado com o acompanhamento de um disco com gravações de toasts.

Foto: Instagram/Johnny Depp / Pipoca Moderna

A poesia que teria sido plagiada se chama "Hobo Ben". E seus versos são, realmente, muito semelhantes aos de "Sad Motherf***in' Parade".

No toast, "Hobo Ben", o homem do título da música está em uma festa e diz: "'Senhoras de cultura e beleza tão refinadas, há uma entre vocês que me daria vinho?/ Estou esfarrapado, eu sei , mas eu não tenho fedor/ e Deus abençoe a senhora que vai me pagar uma bebida.'/ Hattie de quadris pesados virou-se para Nadine com uma risada/e disse, 'O que aquele filhodamãe fedido realmente precisa, criança, é um banho.'"

"Sad Motherf***in' Parade" inclui versos semelhantes, como "Sou maltrapilho, eu sei, mas não tenho fedor", "Deus abençoe a senhora que vai me pagar uma bebida" e "O que esse filhodamãe realmente precisa, criança, é um banho".

"As únicas duas linhas que pude encontrar em toda a letra que [Depp e Beck] contribuíram são 'Big time motherfucker' e 'Bust it down to my level'", disse Jackson à Rolling Stone. "Todo o resto é da performance de Slim no meu livro. Eu nunca encontrei nada assim. Eu tenho publicado coisas por 50 anos e esta é a primeira vez que alguém simplesmente rasgou algo e colocou seu próprio nome nela"

Até o momento, nem Depp nem Beck comentaram as acusações.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade