PUBLICIDADE

Gerard Butler processa estúdios de "Invasão à Casa Branca"

31 jul 2021 18h39
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Millennium Films / Pipoca Moderna

O ator Gerard Butler está processando os estúdios Nu Image e a Millennium Films, alegando que subestimaram a receita do filme "Invasão à Casa Branca" (2013) em dezenas de milhões de dólares, diminuindo assim o que ele teria direito de receber. Além disso, também não lhe informaram que descontaram do faturamento o pagamento de US$ 8 milhões para seus próprios executivos.

Na ação, que foi aberta na sexta-feira (31/7) em Los Angeles, Butler pede pelo menos US$ 10 milhões que lhe seriam devidos pelas produtoras.

"Invasão à Casa Branca" arrecadou US$ 170 milhões em todo o mundo e ainda gerou duas sequências de sucesso, "Invasão à Londres" e "Invasão ao Serviço Secreto", todas também estreladas pelo ator.

Em documentos entregues ao Tribunal Superior de Los Angeles, a defesa de Butler alega que só a quantia levantada nos Estados Unidos teria sido reduzida em US$ 17,5 milhões no relatório dos estúdios.

"Os produtores ganharam dezenas de milhões de dólares com a 'Invasão à Casa Branca', mas se recusam a pagar a Butler um centavo das receitas e lucros prometidos a ele no acordo das partes", diz o processo

A abertura do processo aconteceu um dia após Scarlett Johansson abrir uma ação contra a Disney, alegando quebra de contrato pelo lançamento de "Viúva Negra" nos cinemas e também no streaming.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade