PUBLICIDADE

Eduardo Kobra presenteia Butantan e Fiocruz com painéis sobre vacina

'Na vacina está nossa esperança', disse o artista que doou as obras à Fundação Oswaldo Cruz e ao Instituto de São Paulo, que completa 120 anos nesta terça-feira, 23

23 fev 2021
0comentários
Publicidade
Eduardo Kobra faz duas obras sobre vacinação da covid-19 e doa para o Instituto Butantan e Fiocruz
Eduardo Kobra faz duas obras sobre vacinação da covid-19 e doa para o Instituto Butantan e Fiocruz
Foto: Instagram/ @kobrastreetart / Estadão

O Instituto Butantan completa 120 anos de história nesta terça-feira, 23, e será presenteado com uma homenagem do muralista Eduardo Kobra. O artista doa hoje um painel sobre a vacina contra covid-19 à entidade de São Paulo e à Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Em vídeo compartilhado no Instagram, Kobra explica que produziu as duas obras no início de 2020 e que ambas retratam a esperança que a vacina proporciona em meio a pandemia do coronavírus.

"Vacinar-se, assim que possível, é uma medida de saúde pública e de cidadania. As duas instituições responsáveis pela produção nacional delas [vacinas] completam 120 anos de história justamente em meio a esse momento difícil de pandemia: a Fiocruz celebrou a data o aniversário em maio do ano passado e o Instituto Butantan comemora nesta terça", explicou ele na legenda da publicação.

"Vou presentear ambas com esses trabalhos que fiz meses atrás. A mensagem é uma só: na vacina está nossa esperança. Deixo então a homenagem e a gratidão ao trabalho dos cientistas e de todos os funcionários do Instituto Butantan e da Fiocruz", escreveu ele.

No início deste mês, o artista transformou um cilindro de oxigênio em desuso, de 1m30, em uma nova obra. Batizada de Respirar, a obra foi vendida para o movimento UniãoBR por R$ 700 mil, destinados à instalação de duas usinas de oxigênio no estado do Amazonas.

"O equivalente a 1,4 mil cilindros por me^s — sopros de vida e esperanc¸a a pacientes de covid-19. A obra, que ale´m de expor a dor da pandemia tambe´m e´ um alerta para a questa~o ambiental da nossa Amazo^nia, simbolicamente chamada de pulma~o do mundo, deve ser instalada em um espac¸o pu´blico de Sa~o Paulo", revelou Kobra em suas redes sociais.

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Estadão
Publicidade
Publicidade